Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Ciência e Tecnologia

Mensagem de fraudador pede R$ 1.500 para amigos da vítima (Foto: Reprodução)
Mensagem de fraudador pede R$ 1.500 para amigos da vítima (Foto: Reprodução)

Na era da internet, novos golpes surgem de vez em quando, através dos quais bandidos se aproveitam da falta de conhecimento tecnológico e da boa fé das pessoas para roubar dados e aplicar golpes financeiros nelas mesmas ou em familiares e amigos próximos. Um desses golpes, antigo, mas que voltou à moda, é o de "clonagem" da conta do WhatsApp.

Clonagem não, furto

Apesar de ser chamado de clonagem, na verdade, se trata de um furto. Clonar significa fazer uma cópia igual e funcional de alguma coisa. É impossível, atualmente clonar uma conta de WhatsApp: sempre que uma conta com um mesmo número é cadastrada em um aparelho celular ela deixa de funcionar no aparelho anterior. E é aí que mora o golpe.

Código se segurança

Em geral, os bandidos seguem o mesmo padrão de abordagem: criam uma conta no Instagram ou Facebook, copiando algum perfil famoso e oferecem prêmios, promoções e sorteios. Para ter acesso ao suposto benefício, a pessoa precisa fornecer alguns dados para cadastro: nome e número de telefone.

Com o número do telefone, os bandidos dizem que vão enviar um código de confirmação e que a pessoa precisa informar esse código, que vai chegar por mensagem no celular dela. É nesse momento que acontece o roubo.

Você se lembra quando cadastrou seu número no WhatsApp a primeira vez? O aplicativo sempre envia um código para o número informado, para comprovar que aquele telefone é realmente seu. Como o nome já diz, é um código se segurança.

Quando você informa o código aos bandidos, eles conseguem cadastrar o seu número de WhatsApp em outro aparelho e, na maioria dos casos, ter acesso às suas conversas recentes. A partir daí, eles podem pedir dinheiro emprestado em seu nome - que obviamente nunca será devolvido - ou simular situações de perigo para assustar sua família e conseguir extorquir valores.

Ou seja, a primeira forma de se proteger é: não forneça códigos de segurança enviados para o seu telefone a desconhecidos sob nenhum pretextos. Empresas sérias não pedem que você informe códigos de segurança em conversas de aplicativos.

Verificação em duas etapas

A outra forma de proteger sua conta é uma ferramenta oferecida pelo próprio WhatsApp: a verificação em duas etapas. Nas configurações do aplicativo, você pode criar uma senha que será solicitada sempre que houver uma tentativa de instalar seu WhatsAop em um novo aparelho. De vez em quando, o aplicativo pede essa senha antes de te dar acesso às conversas, para te ajudar a lembrar.

Para ativar a verificação em duas etapas, abra seu WhatsApp, clique nos três pontinhos que aparecem no topo, do lado direito superior da tela, clique em Configurações, depois em Conta e depois em Confirmação em duas etapas e siga as orientações na tela para criar a senha.

Importante: se a sua memória não for das melhores, anote essa senha. Uma dica é gravar a senha como um número de contato, com um nome comum e fácil de lembrar, assim ela vai estar no celular sempre que você precisar.

Com a verificação em duas etapas ativada, mesmo que você caia no golpe e informe o código de segurança, os bandidos não vão conseguir roubar sua conta.

Perdi minha conta! E agora?

Calma, você ainda pode recuperar seu WhatsApp em dois passos simples: desinstale e reinstale o aplicativo no seu aparelho. Você fará todo o processo do zero e receberá um novo código de segurança, recuperando totalmente sua conta.

Na dúvida, leia!

Essa dica vale não apenas para o WhatsApp, mas para várias outras situações da vida: leia o que está escrito nas mensagens que você recebe antes de passar informações à diante. Empresas sérias, como bancos e outros aplicativos, sempre colocam um aviso de que os códigos não devem ser compartilhados com terceiros. Siga a orientação.

Além disso, desconfie de perfis que prometem benefícios excessivos. Empresas são comércios e comércios visam lucros. Nenhuma empresa honesta vai oferecer benefícios absurdos simplesmente porque isso traria prejuízos. Se é bom demais para ser verdade, provavelmente é mentira.

Tá, mas e o WhatsWeb?

O WhatsWeb é uma ferramenta do WhatsApp que permite usar o aplicativo em computadores. Para conectar, é preciso ter acesso ao celular da pessoa, para fazer a leitura do QRCode que libera o espelhamento das conversas. Além disso, o WhatsWeb só funciona quando o celular está conectado à internet.

Bandidos não usam o WhatsWeb. Esse modelo de "espionagem" é mais usado por familiares que querem saber com que e sobre o que seus entes estão falando.

Para saber se seu celular WhatsApp está conectado a algum computador, abra o aplicativo, clique naqueles mesmos três pontinhos e depois em WhatsApp Web. Se houver algum computador conectado, vai aparecer ali. Para desconectar um aparelho basta clicar nele na lista.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br