Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

Presença dos anticorpos no bebê foi confirmada por exames realizados pelo Laboratório Central da Bahia (Lacen) (Foto: Reprodução)
Presença dos anticorpos no bebê foi confirmada por exames realizados pelo Laboratório Central da Bahia (Lacen) (Foto: Reprodução)

Mateus Marques tem apenas 07 dias de nascido e já ganhou fama no país inteiro: ele é o primeiro bebê baiano que nasceu com anticorpos contra a covid-19, após a mãe ser vacinada. Mateus nasceu na sexta-feira (21) e a presença dos anticorpos no bebê foi confirmada por exames realizados pelo Laboratório Central da Bahia (Lacen).

A diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro, explica que o teste foi realizado com amostras de sangue da mãe e da criança, coletadas e processadas dois dias após o nascimento pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA). “Embora não haja protocolos definidos pelo Ministério da Saúde para avaliação de recém-nascidos, consideramos que este é um importante passo no monitoramento dos casos e para novas discussões sobre vacinação de gestantes”, avaliou a diretora.

“Este é mais um exemplo da eficácia da vacina, que conseguiu transferir a memória imunológica de longo prazo (IgG) da mãe para o bebê”, comemorou o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas. A mãe, Patrícia Marques, recebeu a primeira dose da vacina Oxford AstraZeneca em 4 de fevereiro e a segunda dose em 5 de maio, dezesseis dias antes do parto.

Patrícia, que é obstetra, relatou que recebeu a vacina na condição de profissional de saúde, já que, mesmo gestante e com o risco de contaminação, ela continuou trabalhando. "Engravidei nessa fase difícil da pandemia e não pude deixar de trabalhar. Continuei atendendo nos consultórios, na parte da obstetrícia. Ainda mantinha uma carga horária presencial. Então, conversei com minha obstetra, que estava me acompanhando. Em comum acordo, a gente decidiu tomar a vacina", contou ela.

A presença de anticorpos na mãe, Patrícia Marques, e no recém-nascido, Mateus, foi confirmada por teste de sorologia no Lacen-BA, que implantou a metodologia para a quantificação de anticorpos para a Covid-19 recentemente. O recém-nascido será acompanhado e passará por exames regulares para avaliar a duração da presença de anticorpos.

O bebê é acompanhado por médicos e passará por exames regulares, para avaliar a duração da presença da imunidade. Para a diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro, esse monitoramento é importante.

“Embora não haja protocolos definidos pelo Ministério da Saúde para avaliação de recém-nascidos, consideramos que este é um importante passo no monitoramento dos casos e para novas discussões sobre vacinação de gestantes”, disse ela.

Apesar de ser o primeiro da Bahia a nascer com anticorpos contra a doença, Mateus é o terceiro do Brasil: também nesse mês de maio, o catarinense Enrico e uma bebê acriana que não teve o nome divulgado também testaram positivo para a presença de anticorpos, após as mães serem vacinadas.

Mateus é o terceiro no Brasil. O catarinense Enrico e uma bebê acriana também testaram positivo para a presença de anticorpos, após as mães serem vacinadas (Foto: Reprodução)
Mateus é o terceiro no Brasil. O catarinense Enrico e uma bebê acriana também testaram positivo para a presença de anticorpos, após as mães serem vacinadas (Foto: Reprodução)

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br