Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

Delegado comparou fotografias entre o falso Daniel que cometeu crimes na Bahia e o que Daniel preso na Paraíba (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Delegado comparou fotografias entre o falso Daniel que cometeu crimes na Bahia e o que Daniel preso na Paraíba (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Daniel Medeiros foi preso pela PRF por conta de um mandato em aberto por assalto a banco em Conquista. Família diz que paraibano nunca esteve na Bahia

O contador Daniel Medeiros da Silva foi preso no último dia 17 de maio, em João Pessoa, na Paraíba, em blitz da Polícia Rodoviária Federal. Ele estava de férias, com a esposa e os dois filhos, em João Pessoa. Após análise dos documentos, a PRF identificou que havia um mandado de prisão contra Daniel por participação em um crime cometido em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

No entanto, Daniel e a família afirmam que os dados teriam sido clonados e usados indevidamente pelo homem que de fato cometeu os crimes. Daniel foi preso e, desde então, a defesa busca a revogação da prisão.

"Os policiais consultaram os documentos do cidadão e viram que havia um mandado aberto no banco nacional de mandados, aguardando captura. O cidadão informou que provavelmente estaria sendo vítima de uma fraude, e isso consta no boletim de ocorrência. A informação foi repassada para a polícia judiciária", disse a inspetora Keila Melo, em entrevista ao G1.

Segundo o mandado, Daniel teria participado de um crime contra bancos e fugido do presídio em Vitória da Conquista.  De acordo com o delegado da Polícia Civil Luiz Eduardo, após a prisão, ele entrou em contato com conseguiu uma foto do foragido e percebeu que se tratavam de pessoas diferentes. Segundo Daniel e a família, ele nunca esteve na Bahia.

“Entramos em contato com o Ministério Público da Bahia, através da promotora responsável, e com o delegado responsável pelo caso, e ambos concordaram, comparando fotografias, que são pessoas diferentes. Nós cumprimos corretamente o mandado, só que  não foi averiguado na época em que o Daniel da Bahia foi preso de que o documento era falso. Tomamos as providências de orientar a defesa para que seja confrontada as digitais do Daniel que está preso na Paraíba, com as as digitais do Daniel que foram coletadas na época do crime no estado da Bahia", disse o delegado Luiz Eduardo.

O advogado de Daniel, Maklyste Oliveira viajou para a Bahia para apresentar documentos, fotos e outros registros que comprovam que Daniel Medeiros não é o foragido que a Justiça procura. Um pedido de habeas corpus e revogação da prisão foi feito, mas ainda aguarda análise.

“Daniel foi transferido para o presídio Sílvio Porto, em João Pessoa. Quanto ao processo, ele se encontra concluso para a juíza da Comarca de Barra do Choça, na Bahia. Uma desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia solicitou informações à juíza para posteriormente conceder a liminar”, informou o advogado.

A esposa do contador, Vanessa Melo, lamentou a situação e pediu que a Justiça seja célere na liberação do marido. "É um sentimento de revolta. Quem conhece meu esposo sabe que ele é um homem íntegro, que vive para o trabalho, para a família. Que é um homem de fé, da igreja. Lidar com essa injustiça dói demais e eu jamais imaginava que nossa família pudesse passar por essa humilhação e sofrimento. Espero que a justiça seja feita o mais rápido possível", disse.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br