Galeria de Fotos

Não perca!!

Policial

Gilvan (sem camisa) e Leonardo (camisa vermelha) estavam no bairro de Santa Maria (Foto: Divulgação | PC)
Gilvan (sem camisa) e Leonardo (camisa vermelha) estavam no bairro de Santa Maria (Foto: Divulgação | PC)

Vítima estava de folga e almoçando quando foi surpreendida

Um homem morreu e dois foram presos, nesta quinta-feira (7), suspeitos de terem matado um policial militar durante um assalto em Camaçari. O crime aconteceu na segunda-feira (4).  Os presos foram identificados pela polícia como Gilvan Alisson Rebouça Araújo, de 19 anos, e Leonardo da Silva Ferreira, 22. O morto é Cid Ronaldo Carvalho da Paz Júnior, cuja idade não foi divulgada.

Os suspeitos estavam no bairro de Santa Maria quando foram surpreendidos pelos policiais. A Polícia Civil informou que houve confronto e que durante o tiroteio Cid Ronaldo foi baleado e não resistiu aos ferimentos. Os policiais apreenderam no local 51 pinos de cocaína e 28 pedras de crack. O material foi enviado para perícia.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que Gilvan foi o autor do disparo que matou o policial. Ele e Leonardo estão custodiados na 18ª Delegacia (Camaçari), à disposição da Justiça. O trio foi localizado durante uma operação de policiais da 18ª Delegacia em conjunto com equipes do 12ª Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Na segunda-feira (4), o cabo Renato Santana Medeiros estava de folga quando decidiu ir a um restaurante, em Camaçari. Ele almoçava no local com frequência. Por volta das 12h, dois bandidos invadiram o estabelecimento e anunciaram o assalto. Eles começaram a furtar os pertences dos clientes, e quando se aproximaram do PM, ele reagiu.

Renato foi baleado durante o tiroteio e foi socorrido por policiais militares para o Hospital Geral de Camaçari. Ele não resistiu aos ferimentos. Os bandidos conseguiram fugir.

Cabo Medeiros, como era conhecido na corporação, era lotado no 12º Batalhão e integrava há 20 anos o quadro funcional da PM. Ele era casado e deixou uma filha.

Até o início de novembro de 2019, 8 policiais militares já foram assassinados, sendo um em serviço, cinco de folga e dois eram da reserva. No ano passado, foram 2018 PMS mortos.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br