Galeria de Fotos

Não perca!!

Rogaciano Medeiros

Governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB)
Governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB)

IMPRESTÁVEIS

Tudo bem que na política, assim como no xadrez, a mexida em uma peça pode alterar toda a dinâmica do tabuleiro. Mas, com base nas pesquisas, se Lula for inabilitado dois pré candidatos da extrema direita podem ser beneficiados. Um é Bolsonaro, representante daquela oligarquia intolerante, bem violenta, que se inspira no fascismo. O outro é Dória, figura do economicismo despolitizado, neoliberal radical, estilo danem-se os pobres.

LEGITIMIDADE

Indiscutivelmente uma das maiores expressões da política nacional, profundo conhecedor do Direito Constitucional, juiz federal, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), é mais uma voz de respeito a questionar a legitimidade do governo a ser eleito no próximo ano, caso Lula seja impedido de disputar a eleição. Ele acha que a direita pode ousar inabilitá-lo, contrariando a vontade popular. Nesse caso, considera o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) a melhor opção para representar as forças democráticas na corrida presidencial.

FAKE

Os dois pré candidatos, depois de Lula, com o mínimo de competitividade na corrida presidencial, não têm capacidade nenhuma para presidir o país. É o que pensa o governador do Maranhão, Flávio Dino. "Quem é o Doria? É um Collor piorado, fake, autoritário e sem nenhuma experiência administrativa. E o Bolsonaro é uma tragédia, com ideário violento, de exclusão das pessoas, fascista, defensor do aniquilamento das diferenças sociais".

TRAIÇÃO


A mídia acoberta, mas o que o governo neoliberal gerenciado por Temer está fazendo com o país é crime de lesa-pátria. Não há outra definição. Na Petrobras, um escândalo. Como se não bastasse a privatização de fabulosos campos de petróleo, favorecendo as petrolíferas transnacionais, principalmente norte-americanas, agora o presidente da empresa, Pedro Parente, está passando para a Shell a tecnologia de exploração no pré-sal, que só o Brasil detém.  Alta traição.

SELETIVIDADE

"Lula está condenado em primeira instância sem provas substantivas. Aécio Neves, apesar da prova das malas de dinheiro e das gravações com sua voz, continua senador. O petista Vaccari foi absolvido em segunda instância e continua preso. O tucano Eduardo Azeredo está condenado em segunda instância e continua solto". Observações do escritor Juremir Machado, considerado um dos maiores estudiosos de Getúlio Vargas, sobre a seletividade da Justiça brasileira.

______________________________________________

A coluna Pauta Livre, de autoria do jornalista Rogaciano Medeiros, é um espaço onde ele escreve suas análises sobre a situação política nacional, dentro de uma ótica questionadora através de um ponto de vista diferente dos tradicionais veículos de comunicação. Justamente para questionar a grande imprensa, que manipula a informação e coloca a versão que lhe é conveniente como se fosse a verdade absoluta.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br