Galeria de Fotos

Não perca!!

Religião
Em: 30/07/19 - 12:53 Fonte: Got Question Editoria: Religião

'Do Alto' - Jesus realmente existiu? Há alguma evidência histórica de Jesus Cristo?

Mara Bar-Serapião confirma que Jesus era conhecido como um homem sábio e virtuoso, considerado por muitos como o rei de Israel, e foi executado pelos judeus, mas continuou vivo nos ensinamentos de Seus seguidores.

Normalmente, quando esta pergunta é feita, a pessoa a perguntar qualifica a questão com "fora da Bíblia". Não concedemos essa ideia de que a Bíblia não possa ser considerada uma fonte de evidência para a existência de Jesus. O Novo Testamento contém centenas de referências a Jesus Cristo. Há aqueles que datam a escrita dos Evangelhos ao século II dC, mais de 100 anos após a morte de Jesus. Mesmo que fosse esse o caso (o qual disputamos fortemente), em termos de evidências antigas, escritos com menos de 200 anos de ocorrência dos eventos são considerados evidências muito confiáveis. Além disso, a grande maioria dos estudiosos (cristãos e não-cristãos) concede que as Epístolas de Paulo (pelo menos algumas delas) foram escritas por Paulo em meados do primeiro século dC, menos de 40 anos depois da morte de Jesus. Em termos de manuscritos antigos que sirvam como evidência, esta é uma prova extraordinariamente forte da existência de um homem chamado Jesus em Israel no início do primeiro século A.D.

Também é importante reconhecer que em 70 dC, os romanos invadiram e destruíram Jerusalém e a maior parte de Israel, matando seus habitantes. Cidades inteiras foram literalmente queimadas ao chão. Não devemos nos surpreender, então, se muita evidência da existência de Jesus tenha sido destruída. Muitas testemunhas oculares de Jesus teriam sido mortas. Estes fatos provavelmente limitaram a quantidade de relatos vindos das testemunhas oculares de Jesus.

Considerando que o ministério de Jesus foi em grande parte confinado a uma área relativamente sem importância em um pequeno canto do Império Romano, uma quantidade surpreendente de informações sobre Jesus pode ser extraída de fontes históricas seculares. Algumas das evidências históricas mais importantes de Jesus incluem o seguinte:

Tácito, por exemplo, um romano do primeiro século considerado um dos historiadores mais precisos do mundo antigo, mencionou "cristãos" supersticiosos (de Christus, que é Cristo em latim) que sofreram nas mãos de Pôncio Pilatos durante o reinado de Tibério. Já Suetônio, o secretário-chefe do Imperador Adriano, escreveu que havia um homem chamado Chrestus (ou Cristo) que viveu durante o primeiro século (Anais 15.44).

Por sua vez, Flávio Josefo é o historiador judeu mais famoso. Em suas Antiguidades, ele se refere a Tiago, "o irmão de Jesus, que se chamava Cristo". Há um verso controverso (18:3) que diz: “Agora havia acerca deste tempo Jesus, homem sábio, se é que é lícito chamá-lo homem. Pois ele foi quem operou maravilhas... Ele era o Cristo... ele surgiu a eles vivo novamente no terceiro dia, como haviam dito os divinos profetas e dez mil outras coisas maravilhosas a seu respeito.” Uma versão diz: “Por esse tempo apareceu Jesus, um homem sábio, que praticou boas obras e cujas virtudes eram reconhecidas. Muitos judeus e pessoas de outras nações tornaram-se seus discípulos. Pilatos o condenou a ser crucificado e morto. Porém, aqueles que se tornaram seus discípulos pregaram sua doutrina. Eles afirmam que Jesus apareceu a eles três dias após a sua crucificação e que está vivo. Talvez ele fosse o Messias previsto pelos maravilhosos prognósticos dos profetas."

Júlio Africano cita o historiador Talo em uma discussão sobre as trevas que sucederam a crucificação de Cristo (Escritos Existentes, 18).

Plínio, o Jovem, em sua obra Cartas 10:96, registrou as primeiras práticas da adoração cristã, incluindo o fato de que os cristãos adoravam a Jesus como Deus e eram muito éticos. Ele também inclui uma referência ao banquete de amor e à Ceia do Senhor.

O Talmude Babilônico (Sinédrio 43a) confirma a crucificação de Jesus na véspera da Páscoa e as acusações contra Cristo de praticar magia e encorajar a apostasia judaica.

Luciano de Samosata, um escritor grego do segundo século, admite que Jesus foi adorado pelos cristãos, introduziu novos ensinamentos e foi por eles crucificado. Ele disse que os ensinamentos de Jesus incluíam a fraternidade entre os crentes e a importância da conversão e da negação de outros deuses. Os cristãos viviam de acordo com as leis de Jesus, criam que eram imortais, caracterizavam-se por desdenhar da morte e por sua devoção voluntária, além da renúncia a bens materiais.

Mara Bar-Serapião confirma que Jesus era conhecido como um homem sábio e virtuoso, considerado por muitos como o rei de Israel, e foi executado pelos judeus, mas continuou vivo nos ensinamentos de Seus seguidores.

Por último, temos os escritos Gnósticos (O Evangelho da Verdade, O Apócrifo de João, O Evangelho de Tomé, O Tratado da Ressurreição, etc.) que mencionam Jesus.

De fato, podemos quase reconstruir o evangelho somente a partir das primitivas fontes não-cristãs: Jesus foi chamado de Cristo (Josefo), praticou “magia”, conduziu Israel a novos ensinamentos, por eles foi pendurado na Páscoa (O Talmude Babilônico) na Judeia (Tácito), mas afirmou ser Deus e que retornaria (Eliezar), no que seus seguidores creram – adorando-O como Deus (Plínio, o Jovem).

Há evidências esmagadoras para a existência de Jesus Cristo, tanto na história secular quanto na história bíblica. Talvez a maior evidência de que Jesus existiu seja o fato de que, literalmente, milhares de cristãos no primeiro século A.D., inclusive os doze apóstolos, estavam dispostos a dar suas vidas como mártires para Jesus Cristo. As pessoas vão morrer pelo que acreditam ser verdade, mas ninguém vai morrer pelo que sabe ser uma mentira.

Veja também

Ler a bíblia, sobretudo, amplia sobremaneira o resultado esperado!

Bíblia online

'Do Alto' - Por que as pessoas morrem?

"Do Alto" - Quais são os sete pecados capitais?

"Do Alto" - O que a Bíblia diz sobre os direitos humanos

'Do Alto' - Tenho que confessar o meu adultério ao meu cônjuge?

"Do Alto" - Por que tanto do mundo ainda não foi evangelizado?

'Do Alto' - Interpretação cristã de sonhos? Nossos sonhos vêm de Deus?

'Do Alto' - Haverá uma distinção entre o sexo masculino e feminino 'no céu'?

'Do Alto' - Existe alguma situação em que seja certo mentir?

'Do Alto' - Será que Deus nos castiga quando pecamos?

'Do Alto - Os cristãos devem guardar o Sabbath (sábado)?'

“Do Alto” ESPECIAL - “A ‘igreja’ num país em crise econômica”

'Do Alto' - (IMPERDÍVEL) Qual é a história do Cristianismo?

'Do alto' - Se um homem e mulher ainda não casados tiverem sexo, estão casados aos olhos de Deus?

'Do Alto' - Jesus, a prostituta arrependida e o religioso

'Do Alto' - O que é o dom espiritual de liderança?

"Do Alto" - A salvação é somente pela fé ou pela fé mais as obras?

'Do Alto' - Deus é real? Como posso saber com certeza que Deus é real?

"Do Alto" - É errado que um marido e uma esposa cristãos frequentem igrejas diferentes?

'Do Alto' - Há níveis diferentes de punição no inferno?

'Do Alto' - O inferno é real? O inferno é eterno?

'Do Alto' - O que significa entristecer / apagar o Espírito?

'Do Alto' - O que é o dom espiritual de ensinar?

'Do Alto' - Por que a infidelidade conjugal é tão destrutiva?

'Do Alto' - Existe uma lista bíblica de pecados?

'Do Alto' - Qual a diferença entre a alma e o espírito do homem?

‘Do Alto’ - Vem chorar, que Jesus é bom!

‘Do Alto’ - Homem grava ‘’Deus falando"

‘Do Alto’ – Cristo vencido ou vencedor?

'Do Alto' - Por que 'todos' os Cristãos são hipócritas?

'Do Alto' - A Igreja Adúltera

‘Do Alto’ – Sinais de quem está morrendo na fé

'Do Alto' - O que a Bíblia diz sobre confiar nos outros?

'Do Alto' - DNA chimpanzé humano além de Adão e Eva?

'Do Alto' - O que significa que somos feitos de modo assombrosamente maravilhoso (Salmos 139:14)?

Do Alto' - Quando quase todo mundo abaixar a guarda, virá o ataque!

Do Alto' - Deve uma pessoa casada ter amizades próximas do sexo oposto?

'Do alto'- O que a Bíblia diz sobre o transexualismo/transgeneridade?

'Do Alto'- O que é ou não permitido que um casal cristão (marido e esposa) faça, sexualmente falando?

‘Do Alto’ – Judas no rol de membros

'Do Alto' - Diferenças entre o justo e o injusto, perante Deus

'Do Alto' - O que significa pano de saco e cinza na Bíblia?

Vídeo chocante mostra verdade por trás da suposta celebração do nascimento de Jesus 'no natal'

'Do Alto' (especial) - A árvore de natal me deixa vulnerável aos demônios?

'Do Alto' - Como o meu pecado pessoal e privado afeta outras pessoas?

'Do Alto' - O que significa ter uma consciência cauterizada?

'Do Alto' - A salvação é somente pela fé ou pela fé mais as obras?

'Do Alto' - Por que a infidelidade conjugal é tão destrutiva?

'Do Alto' - Com qual frequência deve um casal ter sexo?

'Do Alto' – Quem é você quando ninguém está olhando???

'Do Alto' - Por que a virgindade é tão importante na Bíblia?

'Do Alto' – Quem é você quando ninguém está olhando???

'Do Alto - O que diz a Bíblia sobre a pornografia? Olhar pornografia é pecado?

'Do Alto' - Estou sem vontade de ir à igreja, o que devo fazer?

'Do Alto - Existe algo como um mal necessário?

'Do Alto' - Crente dormente

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 
Em: 23/07/19 - 15:36 Fonte: Got Question Editoria: Religião

'Do Alto' - Por que as pessoas morrem?

(...)Desde Adão, a humanidade tem vivido sob 'a lei do pecado e da morte' (Romanos 8:2). Deus em Sua bondade enviou Seu Filho para abolir a lei do pecado e da morte e estabelecer 'a lei do Espírito da vida' (Romanos 8:2) - Foto: Ilustração Google

As pessoas morrem por causa do chamado "pecado original" - a desobediência de Adão e Eva no Jardim do Éden. Deus havia avisado o primeiro casal que transgredir a Sua lei resultaria em sua morte (Gênesis 2:17), e foi o que aconteceu. "O salário do pecado é a morte" (Romanos 6:23a).

Leia mais...
 
Em: 18/07/19 - 11:43 Fonte: Got Questions Editoria: Religião

"Do Alto" - Quais são os sete pecados capitais?

Muitos temem que haja uma lista de sete pecados que Deus, supostamente, não perdoará (Foto: Reprodução)

A maioria das pessoas entende que a lista dos “sete pecados capitais” seja: orgulho, inveja, glutonaria, luxúria, ira, ganância e preguiça. Apesar de cada um destes ser, inegavelmente, um pecado, a Bíblia nunca os descreve como “sete pecados capitais”. A lista tradicional dos “sete pecados capitais” pode funcionar como uma boa maneira de categorizar os diferentes tipos de pecados que existem.

Leia mais...
 
Em: 15/07/19 - 15:46 Fonte: Got Questions Editoria: Religião

"Do Alto" - O que a Bíblia diz sobre os direitos humanos

'O que oprime ao pobre insulta aquele que o criou, mas a este honra o que se compadece do necessitado' (Provérbios 14:31)

A imagem de Deus no homem também significa que o assassinato é um crime hediondo. "Se alguém derramar o sangue do homem, pelo homem se derramará o seu; porque Deus fez o homem segundo a sua imagem" (Gênesis 9:6). A gravidade da punição ressalta a gravidade da ofensa. A Lei mosaica é repleta de exemplos de como Deus espera que todos sejam tratados com humanidade. Os Dez Mandamentos contêm proibições contra assassinato, roubo, cobiça, adultério e falso testemunho. Essas cinco leis promovem o tratamento ético de nossos semelhantes. Outros exemplos na Lei incluem comandos para tratar bem os imigrantes (Êxodo 22:21; Levítico 19:33-34), para prover aos pobres (Levítico 19:10; Deuteronômio 15:7-8), para conceder empréstimos sem juros para os pobres (Êxodo 22:25), e para liberar a cada cinquenta anos todos os servos contratados (Levítico 25:39-41).

Leia mais...
 
Em: 09/07/19 - 18:39 Fonte: Got Question Editoria: Religião

'Do Alto' - O que a Bíblia diz sobre o ódio?

O ódio é um veneno que destrói de dentro para fora, produzindo amargura que corrói os nossos corações e mentes

Biblicamente falando, existem aspectos positivos e negativos ao ódio. É aceitável odiar as coisas que Deus odeia; de fato, isso é mais uma prova de um relacionamento correto com Deus. "Vós que amais o SENHOR, detestai o mal" (Salmo 97:10a). Na verdade, quanto mais próxima a nossa caminhada com o Senhor e quanto mais tivermos comunhão com Ele, mais conscientes seremos do pecado, tanto dentro como fora. Não nos lamentamos e queimamos com raiva quando o nome de Deus é difamado, quando vemos hipocrisia espiritual e a incredulidade flagrante e comportamento sem Deus? Quanto mais entendermos os atributos e amarmos o caráter de Deus, mais seremos semelhantes a Ele e mais odiaremos as coisas que são contrárias à Sua Palavra e natureza.

Leia mais...
 
Em: 05/07/19 - 17:31 Fonte: Got Question Editoria: Religião

'Do Alto' - Tenho que confessar o meu adultério ao meu cônjuge?

A consciência culpada não vai embora simplesmente porque estamos tentando ignorá-la. Foto ilustrativa - Google

Confessar ou não o pecado do adultério ao cônjuge é um dilema para muitos cristãos que tiveram a infeliz experiência de sucumbir ao adultério. Os "especialistas" mundanos geralmente incentivam os adúlteros a manterem a boca fechada sobre as suas infidelidades, proclamando que pior dano será feito pela confissão. O problema é que esse comportamento sufoca a própria consciência e não permite a restauração das relações que a confissão se destina a abranger. Tiago 5:16 diz: "Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo."

Leia mais...
 


Página 5 de 244

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br