Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Sérgio Moro (Foto: Pedro de Oliveira | Alep)
Sérgio Moro (Foto: Pedro de Oliveira | Alep)

PGR pregou em live o fim do "lavajatismo” e disse que não pode existir “caixa-preta” no MP; assista ao vídeo

O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, criticou nesta quarta-feira (29) o comentário do procurador-geral da República, Augusto Aras, sobre os supostos “desvios” da Lava Jato. O ex-juiz disse desconhecer quaisquer “ilícitos” cometidos pela força-tarefa.

“A Lava Jato foi construída em todas as instâncias, inclusive no STF”, disse Moro, em entrevista nesta quarta-feira (29) à jornalista Andréia Sadi, do G1.

Durante live nesta terça-feira (28), Aras afirmou que a gestão dele visa acabar com o “punitivismo” do Ministério Público e que não pode existir “caixa-preta” no MP.

“Agora é a hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure. Mas a correção de rumos não significa redução do empenho no combate à corrupção. Contrariamente a isso, o que nós temos aqui na casa é o pensamento de buscar fortalecer a investigação científica e, acima de tudo, visando respeitar direitos e garantias fundamentais”, afirmou.

Com isso, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) anunciou que vai pedir a imediata instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os “graves” fatos revelados pelo PGR.

“Os 50 mil documentos que a Lava Jato possui arquivados em um sistema paralelo, sem controle da PGR ou das Corregedorias, revela um Estado Policial dentro do País. Trata-se de uma afronta ao Estado de Direito e não pode ser tolerado impunemente pelo STF e pelo Congresso”, afirmou Pimenta no Twitter.

Vídeo

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br