Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Maia afirmou que decisão não cabe apenas ao governo (Foto: Fernando Frazão | Agência Brasil)
Maia afirmou que decisão não cabe apenas ao governo (Foto: Fernando Frazão | Agência Brasil)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira, 9, que o governo federal precisa enviar uma proposta ao Congresso caso queira reduzir o valor do auxílio emergencial de R$ 600 para R$ 300, como foi anunciado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Segundo Maia, o governo não teria autonomia na decisão, sendo necessária uma autorização do Congresso. “O governo tem autorização para renovar auxilio emergencial pelo mesmo valor. A lei não permite que o governo possa reduzir o valor”, declarou. “Se for reduzir o valor, precisa encaminhar ao Congresso uma proposta que será votada com urgência pela Câmara e pelo Senado”, ressaltou.

Maia ainda comentou sobre o possível lançamento de programas pelo governo e disse que isso não acontece imediatamente. “Precisa de legislação, em alguns casos pode precisar de emenda constitucional. Então não é da noite para o dia que você vai criar um programa permanente”, pontuou.

Veja também:

OMS diz que transmissão de coronavírus entre assintomáticos é rara

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br