Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) (Foto: Reprodução)
Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) (Foto: Reprodução)

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), usou suas redes sociais nesta sexta-feira (5) para criticar o atraso do governo federal para divulgar os dados referentes ao número de infectados e mortos pelo novo coronavírus no País nos últimos dois dias.

Mendes argumentou nesta sexta-feira (5), que a divulgação dos dados sobre o avanço da pandemia do novo coronavírus no país é uma questão de saúde pública. "Na pandemia, a divulgação de dados oficiais envolve, além do dever de prestar contas, uma questão de saúde pública", escreveu Gilmar.

Na quinta-feira (4), o Brasil bateu recorde de mortos pela doença em 24 horas, contabilizando 1.473 mortes pela covid-19 - além de 30.925 mil infectados no mesmo período. Desde a última quarta-feira (3), o governo - sem apresentar um motivo - passou a divulgar as informações a partir das 22h. O fato prejudica o fechamento de jornais impressos e impossibilita que os principais telejornais da tv aberta - e do rádio - divulguem as informações para seus espectadores.

O material do boletim epidemiológico segue apontando que as informações dizem respeito a dados registradas até às 19h de cada dia. No início da pandemia, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), divulgava as informações tradicionalmente em uma coletiva de imprensa no final da tarde de cada dia, a partir das 17h.

Após sua demissão, com o oncologista Nelson Teich assumindo a pasta, a regularidade do horário de divulgação dos dados - bem como da realização de coletivas de imprensa - foi modificada. O boletim passou a ser divulgado a partir das 19h. O novo padrão de horário para a divulgação é concomitante a publicado no Diário Oficial da União do decreto presidencial que oficializou o general Eduardo Pazuello como ministro interino da Saúde. Ele só foi oficializado 20 dias depois do desembarque de Teich do governo.

Em seu tweet, Mendes também opina que as informações devem estar abertas aos veículos de comunicação de forma ordenada, para auxiliar no combate a pandemia. "Dados do Ministério da Saúde são fundamentais às respostas à covid-19 e devem estar abertos ao público, aos gestores e, portanto, à imprensa de forma consistente e ordenada", completou.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br