Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Regina Duarte, ex-secretária especial de Cultura do Brasil ao lado do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Regina Duarte, ex-secretária especial de Cultura do Brasil ao lado do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Bolsonaro diz que ela estava com saudades da família e assumirá posto em SP

A atriz Regina Duarte deixou o cargo de secretária especial de Cultura do Brasil. Ela vai assumir o comando da Cinemateca em São Paulo, o que chamou de "presente". O anúncio foi feito em um vídeo publicado pelo presidente Jair Bolsonaro em que os dois aparecem lado a lado, negando que houve uma "fritura" da então secretária pelo governo.

"Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias", escreveu Bolsonaro.

No vídeo publicado, os dois tentam brincar com os relatos de que Regina vinha sendo "fritada" por Bolsonaro. "Vim aqui perguntar ao presidente se ele está realmente me fritando... Tá me fritando, presidente?", diz, sorrindo. "Toda semana, segundo a mídia, tem sempre um ou dois ministros sendo fritados", critica Bolsonaro. Ela então diz que acaba de "ganhar um presente" "que é um sonho de qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual", contando então que vai assumir o comando da Cinemateca.

"Vou ficar ali, secretariando o governo dentro da Cultura, na CInemateca. Pode ter um presente melhor que isso?". Bolsonaro diz que Regina quer ajudar o Brasil e que deseja a felicidade dela. "Fico muito feliz com isso. Chateado, porque você se afasta do convívio nosso em Brasília..", diz.

A atriz relata estar sentindo saudades da família. "Tô sentindo muita falta dos meus netos, dos meus filhos, minha família, à qual fui sempre ligada. Então é um presente duplo: a CInemateca e também estar próxima da minha família, que eu to desejando muito".

Durante sua gestão, Regina foi criticada por colegas por vários motivos, incluindo não emitir notas de pesares após mortes de nomes significantes da cultura e por não anunciar nenhum auxílio para a classe durante a pandemia do coronavírus.

Na tarde de ontem, Bolsonaro almoçou com o ator Mario Frias no Palácio do Planalto. O encontro ocorreu após Bolsonaro ter postado nasredes sociais um vídeo de uma entrevista de Frias concedida à CNN Brasil no qual ele fala sobre a atual secretária da Cultura, Regina Duarte e se oferece para o cargo. Frias é cotado para substituir Regina.

Na entrevista, concedida no último dia 6, Frias diz que "torce por Regina", mas se oferece para ajudar no governo caso haja uma mudança. "Pro Jair, cara, o que ele precisar eu tô aqui. Eu torço demais pra Regina, eu sou fã dela, mas pelo Brasil eu tô aqui, o que for preciso. Respeito o Jair demais, vejo o Brasil com chance de finalmente ser respeitado", disse.

Veja também:

Vídeo - Regina Duarte dá chilique ao vivo e minimiza ditadura: 'sempre houve tortura'

Bolsonaro apoia pressão de aliados para que Regina Duarte deixe cargo

Nomeação feita por Regina Duarte é anulada pelo Planalto

Regina Duarte faz as primeiras demissões na Secretaria Especial da Cultura

Após briga, Regina Duarte demite “reverenda” ligada à igreja de Damares Alves

Áudio de Carolina Ferraz dando bronca em Regina Duarte viraliza: 'Fina'

Regina Duarte posta fotos de 'apoiadores' no Insta, mas artistas pedem para deletar

Regina Duarte aceita convite e assumirá Secretaria da Cultura

Regina Duarte tem primeiro encontro com Bolsonaro em Brasília: 'noivado continua'

Bolsonaro avalia recriar pasta da cultura para ter Regina Duarte

Bolsonaro convida Regina Duarte para secretaria de Cultura

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br