Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

General Eduardo Pazuello, número dois da pasta de Saúde (Foto: Valter Campanato | Agência Brasil)
General Eduardo Pazuello, número dois da pasta de Saúde (Foto: Valter Campanato | Agência Brasil)

Pazuello é número 2 da Saúde e não responde ao ministro, e sim diretamente ao presidente

Substituto de Henrique Mandetta no Ministério da Saúde, Nelson Teich pode ter destino parecido ao colega. Segundo fontes da revista Veja, Teich já está perto do limite por conta das desavenças com o presidente Jair Bolsonaro, em grande parte por não concordar em endossar o uso generalizado da cloroquina no tratamento para covid-19.

Nessa semana, irritado com Teich não defender a cloroquina como ele entende ser necessário, Bolsonaro já chamou o general Eduardo Pazuello, número dois da pasta de Saúde, perguntando se ele aceitaria assumir o cargo em caso de demissão de Teich. Segundo a Veja, Pazuello aceitou.

A revista conta que Teich já deu sinais de que se arrependeu de ter permitido uma espécie de intervenção militar na gestão, proposta por Bolsonaro. Pazuello não se reporta ao ministro, mas sim diretamente ao presidente. “Teich veio para ser o cérebro. O problema é que não avisaram o corpo (Pazuello)”, afirma um auxiliar do ministro.

Presidente e ministro já demonstraram falta de sincronia na semana passada, quando Teich soube por jornalistas do decreto que declarava como essenciais academias, salões de beleza e barbearias.

O ministro aparentou certo desconforto e falou depois que certos pré-requisitos deveriam ser atendidos para não expor as pessoas a riscos. "Você pode trabalhar o retorno de algumas coisas. Agora, tratar isso como essencial é um passo inicial", disse. "Saiu hoje?", perguntou então, interrompendo o que dizia.  "Não é atribuição nossa, isso aí é uma decisão do presidente".

Depois de falar com o general Pazuello, Teich minimizou o fato de que não teria sido consultado. Afirmou ainda que sua pasta não vai comentar as áreas incluídas como atividades essenciais.

Veja também:

Teich deixa o Ministério da Saúde com menos de um mês no cargo

Bolsonaro desautoriza Teich sobre cloroquina e atividades essenciais: Tem que estar afinado comigo

Governadores saem preocupados de reunião com Nelson Teich: 'ele está perdido'

'E daí? Quer que eu faça o quê?’, diz Bolsonaro sobre mortes por coronavírus; 'Sou Messias, mas não faço milagre'

Conheça o oncologista Nelson Teich, médico que vai substituir Mandetta

Mandetta deixa Ministério da Saúde sob aplausos

Em meio à crise do coronavírus, Mandetta anuncia em rede social que foi demitido por Bolsonaro

Mandetta não aceita demissão de secretário: 'Vamos trabalhar juntos até sairmos juntos'

Troca no Ministério da Saúde 'deve ser hoje, mais tardar amanhã', diz Mandetta

Considerado braço direito de Mandetta, secretário pede demissão

Mandetta já avisou à equipe que vai ser exonerado, diz jornal

Bolsonaro começa avaliar nomes para substituir ministro da Saúde

Bolsonaro quer forçar Mandetta a pedir demissão após ministro perder apoio entre militares

Brasileiro não sabe se escuta ministro ou presidente, diz Mandetta

Mandetta diz que permanecerá em ministério e volta a defender isolamento: “Vamos continuar”

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br