Galeria de Fotos

Não perca!!

Política

Ex-juiz Sérgio Moro autorizou operações contra a filha de um alvo da operação Lava Jato, mesmo ela não sendo suspeita
Ex-juiz Sérgio Moro autorizou operações contra a filha de um alvo da operação Lava Jato, mesmo ela não sendo suspeita

Em mais uma reportagem da série Vaza Jato feita a partir das conversas entre procuradores da Lava Jato pelo Telegram, o The Intercept Brasil publica nesta quarta-feira (10) que o ex-juiz Sérgio Moro autorizou operações contra a filha de um alvo da operação que vive em Portugal para tentar pressioná-lo a se entregar mesmo ela não sendo suspeita de envolvimento em crimes.

 

As conversas divulgadas hoje aponta que o Ministério Público Federal pediu em duas oportunidades a Moro a realização de operações contra Nathalie Angerami Priante Schmidt Felippe, filha do empresário luso-brasileiro Raul Schmidt, apontado como operador de propinas para ex-dirigentes da Petrobras. O objetivo, segundo diz o procurador Diogo Castor de Mattos em um grupo, era criar um “elemento de pressão” para que o empresário se entregasse. A ideia era cassar o passaporte de Nathalie e impedi-la de deixar o Brasil.

Na primeira oportunidade, em fevereiro de 2008, Moro rejeitou a operação, alegando que não as provas de que ela tinha ciência de que estava recebendo valores de origem ilícita ou fruto de corrupção não eram claras. Na ocasião, Schmidt tinha contra si uma autorização de extradição pela justiça portuguesa, mas estava foragido.

Mesmo sem novas provas contra a filha do empresário, em maio de 2018, Moro acatou um segundo pedido do MPF, autorizando uma ação de busca e apreensão na casa dela, além de quebra do sigilo telefônico e bancário. A Polícia Federal chegou a realizar a operação, mas o empresário conseguiu, no mesmo dia, extinguir o seu processo de extradição em Portugal.

Leia a reportagem completa, com os prints dos diálogos.

Veja também:

Folha desmantela, com Moro escondendo mensagens interceptadas de Lula que o 'inocentariam'

Lula: 'Vaza Jato mostrou onde os moleques de Curitiba queriam chegar: na política'

Ministro Gilmar Mendes sobre a Lava Jato: "Que gente ordinária"

Vaza Jato prova que Deltan fez da perseguição a Lula meio de vida e embolsou R$ 580 mil

Polícia Federal também já aposta na demissão de Moro

Em entrevista Lula diz que alegria será sair e ver Moro entrar na cadeia

Lula foi vítima de uma conspiração, diz defesa do ex-presidente

Vídeo - Deputados e senadores 'encurralam' Moro no prédio do Ministério da Justiça nos 500 dias de Lula preso

Em vídeo juíza diz que Moro cometeu quatro tipos de crimes ao atuar na Lava Jato

Com o fim das desculpas, Dallagnol ainda vai acabar tomando um chá de sumiço como Queiroz

Bebianno: 'Bolsonaro atira nos seus soldados pelas costas'

Delegados da PF chamam nova lei de abuso de "estatuto da criminalidade"

Polícia Federal ameaça “implodir” se houver interferência de Bolsonaro

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br