Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Jailton preside a AME há três anos e meio e a legenda que ele apoiar levará “de carona” esse quinhão (Foto: CFF/Marcelo Franco)
Jailton preside a AME há três anos e meio e a legenda que ele apoiar levará “de carona” esse quinhão (Foto: CFF/Marcelo Franco)

“Posso garantir que o PPS é independente e democrático, não somos reféns de nenhum grupo político”. A exclamação foi do novo presidente do diretório em Camaçari, pastor Jailton de Jesus. O novo condutor do PPS municipal afirma que o partido vai avaliar as propostas de pré-candidaturas, de todas as siglas, e deverá “ficar com o melhor projeto para Camaçari”.

Com esta decisão, mais reviravoltas na cena política camaçariense se desenham. O pastor Jailton, como é conhecido, da igreja Assembléia de Deus do Verde Horizonte, com essa afirmativa deixa nas entrelinhas que, a partir de agora, vai dialogar com todos os partidos e pretensos candidatos, inclusive com o pré-candidato do governo, Ademar Delgado (PT).

Jailton preside a AME há três anos e meio e a legenda que ele apoiar levará “de carona” esse quinhão. Segundo ele, a ex-presidente da sigla, Iaraci Dias levou o partido, à revelia do diretório, “para Zé de Elísio (PP) e acabou perdendo a direção”. Resultado que não o surpreendeu: “Eu já esperava. Não é a primeira vez que a companheira [Iaraci] comete estes equívocos sem discutir com seu diretório nem com a estadual. Eu fui vice-presidente do partido por seis meses sem que ela apresentasse minha ficha de filiação ao partido e a ata do congresso foi alterada, várias vezes, ao bel prazer dela. E esta ação contra os juízes, sem provas, comprometendo a agremiação em todo o estado, só foi o que faltava para o diretório estadual tomar as providencias necessárias”, afirmou.

O novo líder do PPS assegura ainda que não cometerá os mesmos equívocos da ex-presidente e só pensa agora na tarefa de fortalecer o partido elegendo o maior número de vereadores possível. Sobre o apoio do partido a uma chapa majoritária, o pastor disse este não ser o tema “mais importante” neste momento. Ele declarou ao Camaçari Fatos e Fotos que, se fosse possível, defenderia, como a maioria dos filiados, uma candidatura própria: “Agora não é mas possível, conseguiram desarticular alguns importantes nomes dos quadros do partido”.

Se a orientação nacional e estadual não alinha com os governos petistas, em Camaçari, existe a probabilidade disto se reverter, caso a “conversa” com a situação seja mais interessante que com a oposição.

Saiba mais sobre: Política

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br