Galeria de Fotos

Não perca!!

Política

(foto/google)
(foto/google)

 

O anúncio oficial de aliança por parte dos presidentes nacionais do PSDB e do DEM em quatro grandes capitais do Nordeste, como Aracaju, Fortaleza, Natal e Salvador, acabou por movimentar a articulação das oposições na capital baiana. Informações dão conta de que o apoio em torno da pré-candidatura do deputado ACM Neto, que não perde a oportunidade de propagar esse desejo, era a principal reivindicação do partido para destravar acertos em outros locais, inclusive São Paulo.

Embora em nota, o deputado Sérgio Guerra, presidente do PSDB e o senador Agripino Maia, presidente do DEM, tenham afirmado que a decisão pela aliança não se deu em torno de nomes, líderes das duas legendas admitem que os tucanos deverão ceder a cabeça de chapa para ACM Neto em Salvador, de modo a facilitar as demais negociações.

Com isso, o comentário geral é de que o PMDB baiano, que sonha em emplacar o radialista Mário Kertész como forte aposta do grupo contrário para derrotar o PT do governador Jaques Wagner, teria ligado o sinal de alerta e reafirma que a candidatura de Mário está mantida. No entanto, tanto os tucanos quanto os democratas negam que o PMDB será excluído do processo.

Conforme o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB), cujo nome também está no tabuleiro das apostas, o acordo selado entre os tucanos e democratas para marcharem juntos na capital baiana é um passo importante para a consolidação da aliança que está sendo construída pelos partidos (DEM, PSDB, PMDB, PR e PPS). “Mas não há definições de nomes, muito menos exclusão”, disse em referência ao PMDB.   

O presidente estadual do DEM, José Carlos Aleluia, assim como Imbassahy, negou que exista definição em torno da candidatura do seu aliado ACM Neto.

“Continuamos trabalhando para fazer uma aliança ampla. Não fizemos acordo para excluir e sim para incluir. Estamos conversando com o PMDB, inclusive, em outras cidades como São Paulo e Recife. Portanto, não existe um nome posicionado. Hoje ACM Neto é o que melhor pontua nas pesquisas, mas Imbassahy, Kertész e Borges (César) continuam postulando”, pontuou, deixando escapar nas entrelinhas a pretensão por Neto. 

O presidente estadual do PMDB, Lúcio Vieira Lima, apesar de minimizar, manda seu recado. Segundo ele, o seu partido não tem interferência alguma sobre a aliança do DEM e do PSDB “Mas, o que tenho ouvido da boca de todos os envolvidos no processo é que vamos buscar o entendimento. Continuo com o mesmo posicionamento de que temos que solucionar essa questão o quanto antes.

Essa semana já temos conversas agendadas", disse, reforçando que: "queremos construir um projeto político sólido e mostrar aos eleitores que somos uma alternativa para a sucessão municipal e estadual,  mas se acharem melhor tomar outra rumo que nos digam para que possamos seguir nosso caminho”. Vale lembrar que o PMDB tem como 'carta na manga' uma possível aliança com o PCdoB, da deputada Alice Portugal.

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br