Galeria de Fotos

Não perca!!

Política

Li4vLi4vLi4vaW1hZ2VzL3N0b3JpZXMvcG9saXRpY2EvQXRhaWxkZXMuanBnJmFtcDt3PTkwMCZhbXA7aD02MDAmYW1wO3E9OTAmYW1wO3pjPTA=.jpgO senador Ataídes de Oliveira (PSDB-TO) retirou a assinatura do requerimento que pede a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Transportes no Senado, informou a Secretaria Geral da Mesa da Casa na manhã desta quarta-feira (3).

Oliveira é o primeiro suplente de João Ribeiro, que pertence ao PR, partido que ficou no foco de uma série de denúncias sobre desvio de dinheiro e cobrança de propina no Ministério dos Transportes e no Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit). As denúncias resultaram na saída de Alfredo Nascimento da pasta e na demissão de mais de 20 servidores.

Da lista de 27 nomes que assinaram o requerimento para criação da CPI, o senador governista João Durval já havia retirado o nome na noite de terça (2). Com a retirada da assinatura de Ataídes de Oliveira, o requerimento tem agora o apoio de 25 senadores e isso impede a criação da comissão, já que o mínimo é 27, de acordo com a Secretaria Geral.

O G1 procurou o senador Ataídes de Oliveira, mas o gabinete informou que ele e o chefe de gabinete estavam em uma comissão e os celulares não atendiam.

A assessoria de Álvaro Dias (PSDB-PR), líder do PSDB no Senado, disse que o senador foi informado sobre a retirada das assinaturas e que segue nesta quarta as conversas para obter mais duas assinaturas que possibilitem a criação da CPI.

De acordo com a assessoria do senador João Durval, que também retirou a assinatura, Durval assinou o pedido de criação da CPI "conscientemente", mas "pensou muito" e decidiu que, caso haja uma CPI, a "agenda positiva" de votações do Congresso no segundo semestre pode ser prejudicada

O requerimento que pede a criação da CPI foi encaminhado na terça à Mesa do Senado por Álvaro Dias. Não há prazo para que Dias apresente as duas assinaturas que faltam. Caso a oposição consiga dois novos nomes, o material será analisado pela Secretaria da Mesa e o pedido para a instalação da CPI precisa ser lido em plenário.

Depois de lido o pedido em plenário, os senadores têm até a meia-noite do dia da leitura para eventuais retiradas de assinaturas.

As assinaturas que faltavam para que o requerimento fosse protocolado foram recolhidas enquanto o ex-ministro dos Transportes, senador Alfredo Nascimento (PR-AM), discursava em plenário na tarde desta terça. No discurso, Nascimento disse que deixou o governo porque não teve apoio da presidente Dilma Rousseff após as denúncias e afirmou que seu partido não era "lixo".

A última assinatura coletada pela oposição foi do senador Reditário Cassol (PP-RO).

Veja a lista dos 27 senadores que assinaram o documento entregue por Álvaro Dias:

PSDB
Aécio Neves (MG)
Aloysio Nunes Ferreira (SP)
Alvaro Dias (PR)
Ataídes Oliveira (TO) - RETIROU A ASSINATURA
Cícero Lucena(PB)
Cyro Miranda (GO)
Flexa Ribeiro (PA)
Lúcia Vânia (GO)
Mário Couto (PA)
Paulo Bauer (SC)

DEM
Demóstenes Torres (GO)
Jayme Campos (MT)
José Agripino (RN)
Maria do Carmo Alves (SE)
Kátia Abreu (TO)

PDT
João Durval (BA) - RETIROU A ASSINATURA
Pedro Taques (MT)
Zeze Perrella (MG)

PMDB
Roberto Requião (PR)
Ricardo Ferraço (ES)
Pedro Simon (RS)
Jarbas Vasconcelos (PE)

PP
Ana Amélia (RS)
Reditario Cassol (RO)

PSOL
Marinor Brito (PA)
Randolfe Rodrigues (AP)

PMN
Sérgio Petecão (AC)

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br