Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Policial

Ana Paula Braga, de 23 anos, foi encontrada morta na cidade de Hot Springs em 14 de fevereiro; ela estava desaparecida desde 29 de janeiro - Foto: Ig
Ana Paula Braga, de 23 anos, foi encontrada morta na cidade de Hot Springs em 14 de fevereiro; ela estava desaparecida desde 29 de janeiro - Foto: Ig

Dois homens suspeitos de assassinar a brasileira Ana Paula Braga foram presos no Espírito Santo depois de 24 dias de buscas. A Polícia Federal localizou a dupla neste sábado (22) na cidade de Cariacica.

Ana Paula desapareceu no último dia 29 de janeiro, após conversar com a mãe por telefone. A brasileira de 23 anos era motorista de aplicativo e seu corpo foi encontrado numa cidade chamada Hot Springs no dia 14 de fevereiro.

De acordo com a Polícia Federal os suspeitos protagonizaram uma "fuga cinematográfica". Ainda não foi determinada a motivação para o crime."Durante todo esse tempo, a dupla pressionou e extorquiu, tanto os próprios familiares quanto parentes da vítima, com o intuito de obtenção de recursos que os ajudassem na fuga", informou a PF em comunicado.

Como aconteceu a prisão?

A PF deu alguns detalhes sobre como teria ocorrido o assassinato de Ana Paula. Segundo a corporação, a jovem foi assassinada em 30 de janeiro e seu corpo foi transportado dentro de seu próprio carro ate ser desovado.

De Hot Springs, a dupla viajou no carro de Ana Paula até o estado de Oklahoma e, depois, partiu de ônibus até o Texas. De lá, atravessaram o México a pé e, na Cidade do México seguiram de avião até o Rio de Janeiro.

As polícias americana e brasileira entraram em contato e descobriram o paradeiro dos suspeitos no estado do sudeste. Homens do 7º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo, do Grupo Integrado de Operações de Segurança do ES, do Ministério Público e agentes internacionais realizaram a detenção dos acusados de matar Ana Paula na manhã deste sábado (22).

Leia também: Quase metade das brasileiras já sofreu assédio ou importunação sexual no Carnaval

Não foi divulgada a identidade de nenhum dos suspeitos e nem informado se os mesmos serão enviados aos Estados Unidos para responderem pelo crime. O Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD) é o responsável pela investigação da morte da brasileira.

Veja também:

Operação Carnaval reforça fiscalização nas estradas

Folião fantasiado de 'PM da maconha' é detido em Salvador

Antônio Franco Nogueira, "Topa falar de sexo, jaca mole, e a dura?"

Coronavírus - o que se sabe até agora?

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br