Galeria de fotos

Não perca!!

Policial

As investigações começaram no dia 29 de março, quando as ameaças foram disseminadas (Foto: Reprodução)
As investigações começaram no dia 29 de março, quando as ameaças foram disseminadas (Foto: Reprodução)

Uma adolescente de 15 anos foi apreendida em Eunápolis (a 529 quilômetros de Salvador) nesta quinta-feira, 4, após ameaçar ataque em escola através das redes sociais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), esta é a sétima pessoa envolvida na distribuição de ameaças a escolas públicas e particulares na web.

As investigações começaram no dia 29 de março, quando as ameaças foram disseminadas. A adolescente criou uma página falsa no Facebook intitulada como "Guilherme Monteiro", nome de um dos envolvidos no ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, no estado de São Paulo. O caso foi investigado pela inteligência da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis), com apoio do Instituto Federal da Bahia (Ifba).

Em uma das publicações, a jovem comenta como seria o ataque: "Na minha opinião temos que fazer algo grandioso. Nada repetido. Temos que começar em grandes escolas. Eu já faço parte de um grupo e temos tudo planejado. Temos tudo de que precisamos. Se quiserem posso ajudar a vocês com bombas caseiras. Depende da potência".

A adolescente esteve na Delegacia, acompanhada pela mãe, e confessou o crime, alegando não passar de uma brincadeira com o intuito de amedrontar pessoas.

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis, comenta que o ato é um crime e deve haver punição. "Vamos repetir, novamente, para aqueles que ainda não compreenderam. Indiciaremos os responsáveis por estas mensagens no artigo 265 do Código Penal, que fala sobre atentar contra o funcionamento de serviços de utilidade pública. A pena varia de 1 a 5 anos de prisão e pagamento de multa".

Ainda de acordo com o delegado, a família deve fiscalizar o que os filhos assistem ou fazem na internet: "As redes sociais são ferramentas de aproximação para coisas boas e ruins".

Mais adolescentes identificados na Bahia

Seis jovens suspeitos de espalhar ameças de ataques contra escolas na Bahia foram localizados pela Polícia Militar, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Eles estavam nas cidades de Paulo Afonso, Ilhéus, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Salvador.

Em Ilhéus, um suspeito confessou o crime, mas justificou que a ideia era fazer uma brincadeira. Em Feira de Santana um estudante também foi conduzindo para a delegacia por disseminar mensagens de ataque, de acordo com o site Acorda Cidade.

O delegado Roberto Leal, coordenador regional de polícia (1ª Coopin), alerta que os áudios não passam de fake news e que é importante sempre verificar a mensagem antes mesmo de compartilhá-la. "Áudios similares foram compartilhados em Alagoinhas, em Santo Amaro, em Teixeira de Freitas, em Itabuna, em Vitória da Conquista e outras cidades. O que a gente percebe é que há uma tentativa de causar pânico. Uma notícia falsa é disseminada afirmando que algo vai acontecer e, infelizmente, as pessoas acabam difundindo essa informação sem verificar se realmente se trata de algo verdadeiro.", diz o delegado.

Jovem foi apreendido após espalhar áudios ameaçadores em Paulo Afonso (Foto: Reprodução)
Jovem foi apreendido após espalhar áudios ameaçadores em Paulo Afonso (Foto: Reprodução)

Veja também:

Professores da Uneb e Uesb entram em greve por tempo indeterminado; confira

Vídeo mostra momento do desespero de alunos do Mascarenhas na hora ‘das bombas’

Brincadeira de mau-gosto leva pânico a alunos e professores em escola de Camaçari

Instituições de ensino de Alagoinhas cancelam aulas após ameaças de atentado

Suzano - Polícia diz que 3º suspeito de massacre em escola é mentor intelectual do crime

Justiça apreende menor suspeito de ajudar em crime de Suzano

"Somos a favor do porte de livros", defendia professora morta no massacre em Suzano

Vítimas do massacre de Suzano foram identificadas; confira

Vídeo mostra desespero de alunos após tiros em escola em Suzano

Tiroteio deixa oito vítimas em escola de São Paulo

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br