Galeria de fotos

Não perca!!

Policial

Sindicato dos Rodoviários está acompanhando o caso; PM ainda está detido (Foto: Marco Correia | Varela Notícias)
Sindicato dos Rodoviários está acompanhando o caso; PM ainda está detido (Foto: Marco Correia | Varela Notícias)

O motorista de ônibus, de 40 anos, que foi baleado por um Policial Militar, no bairro da Ondina, em Salvador, pode perder o movimento das pernas. Em contato com o Varela Notícias, nesta quarta-feira (08), o diretor jurídico do Sindicato dos Rodoviários, Cleber Maia, explicou que a vítima já recebeu alta do hospital e está se recuperando em casa.

No entanto, o tratamento vai seguir por seis meses e, neste meio tempo, ele não poderá retirar o colete que foi recomendado pela equipe médica. De acordo com o sindicalista, o objeto deve ser utilizado até a cicatrização da cirurgia e ele não pode se mexer, porque corre o risco de ficar paraplégico. Maia ainda disse que o Sindicato está acompanhando o caso.

Procurada pelo VN, a PM informou que o policial ainda está preso na Coordenação de Custódia Provisória (CCP), em Mata Escura. A Corregedoria Geral da Polícia já instaurou um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a conduta militar.

Relembre o caso

Um policial militar é suspeito de ter atirado contra um motorista de ônibus no bairro de Ondina, em Salvador, em 1º de junho deste ano. Na época, segundo informações da PM ao Varela Notícias, o agente foi reconhecido pelo cobrador do coletivo e logo após, identificado como policial militar.

Após a chegada de policiais que estavam na Base Móvel, em Ondina, o cobrador do veículo teria alegado que o motorista foi baleado após uma briga de trânsito, diz a polícia. Isto porque o policial, que trafegava na contramão na parte em obras da Avenida Oceânica, teria se desentendido com a vítima que trafegava no sentido legal. O Sindicato dos Rodoviários, no entanto, nega a versão e afirma que o motorista não teria esboçado nenhuma reação.

Após balear a vítima, o policial teria deixado o local, no sentido Largo de Santana, mas o veículo acabou ficando preso em um buraco e ele foi alcançado pela guarnição. O suspeito foi autuado por tentativa de homicídio e, após passar por exames médicos no Instituto Médico Legal, foi ouvido na Corregedoria da PM e encaminhado para a Coordenação de Custódia Provisória (CCP), em Mata Escura.

O motorista, de 40 anos, foi atingido na região abaixo da axila e, após ser atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi socorrido para um hospital particular, na Avenida ACM.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br