Galeria de fotos

Não perca!!

Nacional

De acordo com médicos do hospital, serão necessários pelo menos mais seis meses e algumas intervenções cirúrgicas (Foto: Reprodução)
De acordo com médicos do hospital, serão necessários pelo menos mais seis meses e algumas intervenções cirúrgicas (Foto: Reprodução)

A paisagista Elaine Caparroz, de 55 anos, brutalmente agredida na madrugada de sábado, 16, teve alta na manhã desta sexta-feira, 22, do Hospital Casa de Portugal, no Rio Comprido, zona norte do Rio, onde estava internada. Ela não falou com a imprensa na saída do hospital.

Elaine teve múltiplas fraturas no rosto. De acordo com médicos do hospital, serão necessários pelo menos mais seis meses e algumas intervenções cirúrgicas para que ela fique totalmente recuperada.

O agressor de Elaine, o estudante de direito Vinícius Serra, que está preso acusado de tentativa de feminicídio, foi levado na noite desta quinta-feira, 22, para o Hospital Psiquiátrico Roberto Medeiros, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária, Vinícius Serra foi encaminhado por determinação do juiz Alex Quaresma Ravache, responsável pela audiência de custódia. Ele seguirá internado em observação. A secretaria informou, no entanto, que não será divulgado boletim médico do preso.

Vinícius Serra foi preso em flagrante quando tentava sair da casa de Elaine na madrugada de sábado, depois de agredi-la por quase quatro horas. À polícia, ele disse que "teve um surto". O caso está sendo investigado pela 16ª Delegacia de Polícia, na Barra, na zona oeste da capital. A polícia acredita que o crime foi premeditado porque o agressor deu um nome falso na portaria do prédio.

Veja também:

Segurança diz que se socorro demorasse mais, paisagista estaria morta

Antes de agredir, homem sugeriu filme de terror e contou sobre 'desejo de matar'

Para delegada, agressor ter dado nome falso na portaria indica que não houve surto: 'Inconcebível'

Suspeito de tentativa de feminicídio deu nome falso para entrar em prédio na Barra, diz irmão da vítima

Internet - Mulher é agredida durante quatro horas e quase morta em primeiro encontro

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br