Galeria de fotos

Não perca!!

Internacional

Depois das explosões, Linsey teve que decidir qual dos dois filhos salvar, David, de 19 anos, ou Amelie, de 15 (Foto: Reprodução)
Depois das explosões, Linsey teve que decidir qual dos dois filhos salvar, David, de 19 anos, ou Amelie, de 15 (Foto: Reprodução)

Banqueiro norte-americano estava tomando café da manhã com família em hotel de luxo quando bomba explodiu e ele precisou fazer difícil decisão

Uma viagem em família acabou em trauma e desastre para um banqueiro de Nova York.

 

Matthew Linsey, de 61 anos, e os filhos estavam tomando café da manhã no hotel de luxo Shangri-La, em Colombo, no Sri Lanka, quando as bombas explodiram.

Um grupo terrorista local atacou, quase simultaneamente, três hotéis de luxos e igrejas no domingo de Páscoa (21) e deixaram 253 mortos. O Daesh assumiu a autoria dos atentados.

Depois das explosões, Linsey teve que decidir qual dos dois filhos salvar, David, de 19 anos, ou Amelie, de 15. “Meu filho parecia mais ferido que a minha filha, eu tentei salvar ele”, contou em entrevista ao Times of London.

Os dois tinham dupla cidadania britânica e americana e foram gravemente feridos com os destroços, enquanto Linsey sofreu apenas algumas escoriações. No meio do caos, o banqueiro decidiu deixar a filha para trás, já que ela parecia ter mais chances de sobreviver que David, e uma mulher prometeu leva-la ao hospital.

O banqueiro carregou o corpo já sem vida do filho para fora do hotel, onde ambulâncias estavam de prontidão. Os médicos tentaram reanimar o jovem, mas não tiveram êxito. Pouco tempo depois, Linsey foi informado de que a filha também não resistiu aos ferimentos.

“Amelie era muito divertida. Ela era inteligente, linda, muito carinhosa, muito amável e compreensiva. Ela se importava com a família e os amigos. A mesma coisa com o Danny”, relembrou o pai. “Eles amavam viajar para o exterior. Era uma parte importante de quem eles eram”, concluiu.

Com a ajuda da embaixada do Reino Unido no Sri Lanka, o ex-vice-presidente do Banco Chase conseguiu deixar o país no mesmo dia. Agora, ele conta com a ajuda da esposa e dos outros filhos para superar o trauma e conseguir realizar o translado dos corpos dos filhos.

Veja também:

Na cama, ao descobrir que mulher é trans homem estrangula e esquarteja jovem

Jovem de 19 anos denuncia abuso sexual e é queimada viva por seu agressor

Mulher acorda após 27 anos em coma depois de acidente de carro e chama pelo filho

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br