Galeria de fotos

Não perca!!

Internacional

Jovens encapuzados causaram vandalismo e tumultos em Paris e entraram em confronto com policiais Foto: DW / Deutsche Welle
Jovens encapuzados causaram vandalismo e tumultos em Paris e entraram em confronto com policiais Foto: DW / Deutsche Welle

Milhares de pessoas celebram conquista da Copa do Mundo em todo o país. Em Paris, grupo destrói vitrines e rouba lojas na Champs-Élysées. Tumultos ocorrem também em Lyon, Marselha, Estrasburgo e Rouen.O bicampeonato mundial, conquistado exatos 20 anos depois do primeiro título, foi celebrado com euforia em toda a França na noite deste domingo (15/07), mas também resultou em cenas de vandalismo.

Em Paris, a Torre Eiffel exibiu as datas dos dois títulos mundiais da Équipe Tricolore, 1998 e 2018. De um modo geral, as festividades foram tranquilas na capital francesa, embora tenham sido registrados distúrbios e incidentes de vandalismo.

Enquanto centenas de milhares de torcedores festejavam a vitória por 4 a 2 contra a Croácia na famosa avenida Champs-Élysées, cerca de 30 jovens encapuzados destruíram vitrines de lojas e roubaram garrafas de vinho e champanhe. Alguns deles riram e filmaram tudo com seus celulares. Outros lançaram objetos contra a polícia, que reagiu com o uso de gás lacrimogêneo.

Um homem deu entrada num hospital com ferimentos graves de uma briga de rua. Imagens nas redes sociais mostram ainda diversos carros com parabrisas destruídos e latarias danificadas.

Mas, no cômputo geral, as festividades foram tranquilas em Paris. Mais de 90 mil pessoas lotaram a Champs-Élysées. Muitos seguravam bandeiras da França ou soltavam bombas de fumaça com as cores nacionais. Algumas pessoas subiram no teto de quiosques e ponto de ônibus para liderar os cânticos da multidão. O hino nacional foi entoado diversas vezes.

Houve também tumultos em outras cidades, incluindo Lyon, Marselha, Estrasburgo e Rouen. Em Lyon cerca de cem jovens entraram em confronto com a polícia depois que um deles subiu numa viatura policial durante a exibição pública da partida contra a Croácia. A polícia usou gás lacrimogêneo, e os jovens lançaram objetos e atearam fogo em latas de lixo. Numa ponte, cerca de 50 jovens tentaram romper um cordão policial. Houve oito detenções.

Além disso houve diversos acidentes relacionados às celebrações da conquista francesa da Copa do Mundo. Em Frouard, uma cidade perto de Nancy, no leste do país, um menino de três anos e duas garotas de seis anos ficaram gravemente feridos depois de terem sido atingidos por uma motocicleta. Segundo as autoridades, o motociclista fugiu.

Em Annecy, no sudeste da França, um homem de 50 anos morreu porque quebrou o pescoço depois de pular num canal raso durante as celebrações. Em Nancy, um homem se feriu ao cair de um caminhão. Em Saint-Félix, no norte do país, um homem morreu depois de colidir seu carro contra uma árvore, logo após o apito final da decisão da Copa do Mundo.

Somente em Paris, cerca de 110 mil policiais participaram do esquema de segurança durante as celebrações do bicampeonato mundial da Équipe Tricolore, no domingo, e do feriado nacional francês, no sábado. O país permanece em alerta máximo de segurança, após uma série de atentados terroristas desde 2015.

Também às margens do feriado nacional ocorreram tumultos. Segundo dados do Ministério do Interior da França, nas noites de sexta-feira e sábado foram incendiados 845 carros em todo o país. Além disso, 508 pessoas foram levadas sob custódia e 29 membros dos serviços de emergência sofreram ferimentos.

 

Veja também:

França goleia Croácia na final e é bicampeã da Copa - Veja os gols

Chorando, Casagrande diz que esta foi sua “primeira Copa sóbrio” na Globo e Arnaldo diz que já chega

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Enquete

Nesse 2º turno, qual seu candidato para presidente?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br