Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Presidente Bolsonaro tem aberto a porteira do dinheiro público para conseguir a reeleição (Foto: Alan Santos/PR)Presidente Bolsonaro tem aberto a porteira do dinheiro público para conseguir a reeleição (Foto: Alan Santos/PR)

Medidas com fins eleitorais esvaziam cofres públicos para 2023

Medidas adotadas por Bolsonaro e pelo Congresso Nacional, com caráter eleitoral, vão ser responsáveis por uma redução expressiva do caixa do governo federal. O presidente eleito em outubro vai ter que governar a partir do próximo ano com R$ 178,2 bilhões a menos do que o previsto. Com a redução do caixa dos estados e municípios, em virtude da redução do ICMS de vários produtos, como combustíveis e energia, a conta chega a R$ 281,4 bilhões. A informação é do Estadão.


Mas o rombo pode ser ainda maior, e chegar a R$ 306,4 bilhões, caso os servidores tenham os salários reajustados em 10%, em março. Somente este aumento representaria um acréscimo de R$ 25 bilhões.

Outros R$ 60 bilhões devem ser usados para financiar os R$ 600,00 pagos por meio do Auxílio Brasil. Mas essa conta pode chegar a R$ 70 bilhões para zerar a fila do benefício.

A reportagem cita que o aumento dos gastos públicos sofreu forte impacto ainda no ano passado, quando o governo Bolsonaro furou o teto de gastos, e tomou corpo com a aprovação da PEC Kamikaze, que aumentou o pagamento de benefícios sociais, viabilizada pelo orçamento secreto.

Especialistas apontam que se o governo aumenta o gasto sem cortar despesa deixa uma herança terrível para o país a partir do próximo ano, principalmente do ponto de vista fiscal.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br