Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

A PF estima o prejuízo de R$ 60 milhões, com mais de mil beneficiários fraudulentos (Foto: Reprodução)A PF estima o prejuízo de R$ 60 milhões, com mais de mil beneficiários fraudulentos (Foto: Reprodução)

Prejuízo estimado pela Polícia Federal é de R$ 60 milhões

Um médico-perito do INSS foi preso nesta quinta-feira (4) pela Polícia Federal durante uma operação que investiga fraudes a benefícios previdenciários na Bahia. A PF estima o prejuízo de R$ 60 milhões, com mais de mil beneficiários fraudulentos.


O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 2ª Vara Federal de Salvador contra o servidor público federal, que já foi alvo também em fases anteriores da operação.

Segundo a PF, relatórios de inteligência apontam fortes indícios de que o médico-perito praticou de maneira repetidas crimes contra a previdência, mesmo depois das ações investigações sobre ele. Ele é acusado de manipular perícias médicas.

O servidor foi preso anteriormente, em 2019, ao lado de outras 10 pessoas. Na ocasião, ele foi acusado de ser líder de um grupo criminoso que fraudava o INSS. O golpe se constituia em simular doenças que incapacitam ao trabalho. Na maioria dos casos, os laudos traziam transtornos psicológicos. Também havia direcionamento e manipulação das perícias médicas, diz a PF.

O médico-perito, que não teve nome divulgado, já foi denunciado pelo Ministério Público Federal anteriormente por estelionato previdenciário, falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Somadas, as possíveis penas passam dos 30 anos de prisão, caso ele seja condenado.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br