Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner
Cidade
Em: 11/08/22 - 08:36 Fonte: G1 Editoria: Cidade

Camaçari: Homem perde R$55 mil em leilão falso após tentar comprar carro pela internet

Empresa que foi utilizada como espelho para o golpe, fica em Camaçari (Foto: Reprodução)

Um homem que tentou fazer a compra de um carro através de leilão na internet, teve um prejuízo de R$ 55 mil após perceber que se tratava de um golpe. Segundo o G1, a vítima disse que acompanhou o passo a passo e teve até documentação aprovada pela suposta empresa, que dizia ficar em Camaçari.


Segundo o homem, que prefere não se identificar, o veículo custava R$ 100 mil, mas pelo leilão seria metade do preço. De acordo com o rapaz, o período de visitação já estava encerrado e o leilão também estava próximo de encerrar, por isso ele deu o lance mesmo sem chegar ao veículo pessoalmente. Somente depois de cair no golpe, o homem percebeu as diferenças entre a página oficial do leilão e a que havia sido criada para aplicar a fraude.

“Eu pedi para minha irmã, que mora próximo, certificar que o veículo estava no pátio, já que eles não só copiam a interface de um site real, mas também reproduzem o endereço físico no site. Então ela foi lá e foi informada que o documento não correspondia à empresa. Que era um golpe. Que muitas outras pessoas já passaram pela mesma situação”, disse.

A empresa que foi utilizada como espelho para o golpe, fica em Camaçari. O gerente da loja disse que para evitar qualquer tipo de fraude, o indicado é sempre ir ao endereço da loja e confirmar todas as informações passadas. “O carro que é R$ 100 mil e é vendido por R$ 50 mil, tem que desconfiar. Isso não existe. O que se recomenda é o cliente vir, fazer a visitação, certificar que aquele veículo esteja no local e fazer o pagamento”, disse o gerente da empresa.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 
Em: 09/08/22 - 12:29 Fonte: Correio 24h Editoria: Cidade

Câmara Municipal de Camaçari abre 50 vagas com salários de até R$6,5 mil

Câmara Municipal de Camaçari (Foto: Reprodução)

O processo seletivo contempla as escolaridades de nível técnico, médio e superior e as inscrições podem ser feitas até o dia 21

A Câmara Municipal de Camaçari tornou público o edital de abertura do Processo Seletivo que visa preencher 50 vagas para 14 cargos de nível médio, técnico e superior. O documento foi publicado no Diário Oficial Eletrônico da Câmara No 264 de 08 de agosto de 2022. As inscrições devem ser realizadas pelo site do Instituto Seprod, responsável pela realização do certame, do dia 08 ao dia 21 de agosto, com taxas que variam entre R$ 50,00 e R$ 160,00.

Leia mais...
 
Em: 08/08/22 - 21:07 Fonte: TRBN Editoria: Cidade

Camaçari em 2º - Balanço aponta 131 tiroteios e 108 baleados com 82 mortos em julho em Salvador e RMS

Oitenta e duas pessoas, das cento e oito atingidas, vieram à óbito - Foto: Agência Brasil

Houve ao menos 131 tiroteios em Salvador e Região metropolitana. Ao todo, 108 pessoas foram baleadas, sendo 84 mortas e 24 feridas, segundo o primeiro balanço da violência armada lançado hoje (08) pelo Instituto Fogo Cruzado. Os números se referem ao mês de julho, quando o Instituto passou a mapear a Bahia, onde atua em parceria com a Iniciativa Negra por uma Nova Política de Drogas. Os dados também estão disponíveis na API do instituto, onde podem ser consultados de forma aberta e gratuita.

Leia mais...
 
Em: 05/08/22 - 12:34 Fonte: Correio 24h Editoria: Cidade

Suspeito por morte de agiota é preso em Camaçari

Anderson Silva Santiago, filho de um antigo comerciante da região de Camaçari, foi morto no dia 22 de julho (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Vítima estava cobrando mais R$ 4 mil e parte do dinheiro da divida da esposa do criminoso, diz polícia

Um dos suspeitos de participar da morte de Anderson Silva Santiago, filho de um antigo comerciante da região de Camaçari, foi preso durante ação conjunta entre as Polícias Militar e Civil, na manhã da terça-feira (2), em Vila de Abrantes. O crime aconteceu no dia 22 de julho.


De acordo com o delegado Antônio Carlos Sena Costa, os suspeitos teriam pego um empréstimo com Anderson, que estaria cobrando o valor.

“Nossa principal linha de investigação parte do crime de agiotagem, pois os suspeitos teriam tomado dinheiro emprestado com Anderson e ele estava cobrando. Foi pago uma parte do valor, mas a vítima estava cobrando mais R$ 4 mil e parte do dinheiro da divida da esposa do criminoso”, explicou o delegado.

Após a troca de informações entre as forças da SSP, guarnições do 12º BPM reforçaram o patrulhamento e auxiliaram no cumprimento do mandado de prisão temporária pelo crime de homicídio, solicitado pela 4ª DH e expedido pela Vara do Júri e Execuções Penais de Camaçari.

“Encontramos o homem em sua casa, no bairro Estiva de Buris, em Abrantes e ele não ofereceu nenhuma resistência no momento da prisão. O encaminhamos para a sede da DH/RMS para que o mandado fosse cumprido”, contou o oficial.

Na delegacia, o homem foi ouvido e negou a participação no crime. Ele passou por exames no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e segue custodiado na 8ª Delegacia Territorial (DT) Centro Industrial de Aratu (CIA), onde aguarda decisão Judicial.

Relembre o caso

Conhecido no município por ser filho de um antigo comerciante da região, Anderson foi atingido por disparos de arma de fogo na frente de sua residência na Rua Quinta do Parque, bairro do Bomba, em Camaçari.

A vítima foi socorrida para o Hospital Santa Helena, no município, mas no dia 25 de Julho não resistiu aos ferimentos.

“Continuamos no trabalho conjunto no intuito de cumprir o mandado do segundo suspeito identificado e de um terceiro que, conforme apuramos, foi o responsável por realizar os disparos contra Anderson. Não iremos descansar enquanto não elucidarmos o caso”, explicou o delegado.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 
Em: 03/08/22 - 08:29 Fonte: Ascom/PMC Editoria: Cidade

Manoel Jacaré toma posse como vereador de Camaçari

Vereador Manuel Alves de Jesus (PSDB) (Foto: Divulgação)

O presidente da Câmara Municipal de Camaçari, vereador Júnior Borges (União), deu posse a Manuel Alves de Jesus (PSDB), conhecido como Manoel Jacaré, em ato realizado na manhã desta segunda-feira (02/08).

Leia mais...
 
Em: 29/07/22 - 08:00 Fonte: Correio 24h Editoria: Cidade

GE anuncia fim da produção de turbinas no Brasil e fábrica em Camaçari tem destino incerto

Bahia se tornou líder em energia renovável (Foto: Paula Fróes/GOVBA/Arquivo)

Um dos símbolos do sucesso da Bahia na indústria de energia renovável, a fábrica de componentes para aerogeradores da GE Renewable Energy, em Camaçari, antiga Alstom, tem futuro incerto. A empresa norte-americana anunciou que deixará de produzir as turbinas eólicas no país.


Embora não tenha informado o número de trabalhadores na unidade atualmente, quando a primeira fábrica do tipo na América Latina foi inaugurada, em 2011, foram anunciados 235 empregos diretos e outros 500 indiretos, na fase inicial.

Para o setor eólico baiano, a perda da GE é tão impactante quanto a saída da Ford, no ano passado, foi para a indústria brasileira. Trata-se da maior empresa de energia do mundo, para começo de conversa, e que fazia aqui um dos itens mais importantes na estrutura de produção da energia eólica, o “coração” da operação. O primeiro parque eólico a entrar em operação na Bahia, em Brotas de Macaúbas, por exemplo, tinha equipamentos da fábrica.

O esforço para atrair a fábrica exigiu muita conversa e negociação por parte do governo do estado, tanto do ex-governador Jaques Wagner, quanto do ex-secretário de Indústria e Comércio, James Correia. Foram muitas viagens e conversas para atrair a empresa.

“A Bahia mudou a economia do sertão com as eólicas e todos que investiram tiveram muito retorno. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) projetou US$ 10 bilhões na Bahia até 2023. É um enorme volume de investimentos no setor, mas isso depende muito do governo prover a estrutura necessária”, avisa o ex-secretário. Ele cita licenciamento, regularização fundiária e estrutura para movimentação dos equipamentos. “Tudo está evoluindo, menos a estratégia do governo”, lamenta James Correia.

Não faltou aviso...

Quem conhece o histórico da operação da GE aqui na Bahia conta que a direção da multinacional procurou o governo do estado há aproximadamente dois anos para uma conversa. A própria presidente da empresa no Brasil, Viveka Kaitila, esteve no CAB para tratar do assunto. O comando da empresa sinalizou que enfrentava dificuldades na produção por aqui, mas saiu sem nenhum tipo de sinalização efetiva de apoio.

Na época, a direção da GE pensava em manter a fábrica em Camaçari, porém voltada para o mercado externo. Precisava, entre outras coisas, de estrutura portuária para facilitar o escoamento. E a ideia era que essa estrutura fosse utilizada também pelos demais fabricantes de equipamentos eólicos. A conversa não avançou.

A relação da empresa com o governo, por sinal, foi marcada por algumas idas e vindas. Antes de adquirir a fábrica da Alstom, a GE firmou entendimentos para construir uma fábrica no Sul da Bahia, em Ilhéus, o que nunca aconteceu.

Contratos em andamento


A fábrica tem contratos em carteira e  trabalha com contratos de exportação. Internamente, o anúncio é tratado como uma "pausa nas vendas de máquinas com conteúdo local". Mas as áreas de serviços – o que inclui operação e manutenção – e fabricação irão cumprir os contratos e projetos contratados pelos clientes.

Questionada sobre o futuro da unidade, a empresa respondeu, através de uma nota, que compartilhou com os "funcionários na América Latina um conjunto de ações relacionadas à transformação do nosso negócio de Onshore Wind Internacional que visam uma adequação à realidade atual do mercado, preparando o negócio para o futuro".

"Reforçamos nosso total comprometimento em servir nossos clientes e apoiar nossos funcionários na região", conclui a empresa.

A reportagem entrou em contato com o Governo do Estado, mas até a publicação desta reportagem não obteve resposta. A Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) também foi procurada, mas não houve retorno.

Jaques Wagner (de pé) e James Correia (sentado, de óculos) em inauguração da fábrica em 2011 (Foto: Manu Dias/GOVBA/Arquivo)

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

 


Página 1 de 500

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br