Galeria de Fotos

Não perca!!

Esportes

A PM informou que processo administrativo irá apurar conduta do policial
A PM informou que processo administrativo irá apurar conduta do policial

Um policial militar de Santa Catarina está entre os brasileiros que aparecem em um vídeo em que um grupo aparece constrangendo de maneira machista uma mulher na Rússia. Eles fingem cantar um hino de torcida, mas usam palavras de baixo calão para a mulher, que não fala português e repete o que é dito de maneira inocente. A mulher ainda não foi identificada e não se sabe qual sua nacionalidade.

O PM em questão é o tenente Eduardo Nunes, da cidade de Lages. A corporação confirmou que se trata do PM e diz que assim que ele retornar para Santa Catarina terá sua "conduta irregular" investigada em um processo administrativo disciplinar.

"A corporação não corrobora com este tipo de atitude que é incompativel com a profissão e o decoro da classe, previsto no regulamemto disciplinar, independentemente de estar em período de férias, folga de serviço ou qualquer outra situação de afastamento, devendo portanto, responder por suas atitudes", disse a PM em nota.

Outro homem que aparece no vídeo foi identificado como Diego Jatobá, advogado e ex-secretário de Turismo de Ipojuca (PE). A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) fez um ato de repúdio em relação ao vídeo ontem. O vídeo também motivou uma nota de repúdio da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE).

No texto, a entidade diz que “a preconceituosa atitude é causa de vergonha para todos nós, brasileiros, e vai na contramão do atual contexto de luta contra a desigualdade de gênero, em que cada dia mais as instituições públicas e privadas estão em busca de soluções conjuntas para que nenhuma mulher sofra qualquer tipo de violência ou discriminação pelo fato de ser mulher”.

Protestos
A indignação entre as mulheres sobre o vídeo em que brasileiros aparecem falando frases obcenas a uma turista estrangeira permanece. As cantoras baianas Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Margareth Menezes usaram o Instagram para demonstrar revolta sobre a situação.

"Falta de lisura, de educação, de hombridade. Sinto tanta vergonha por vcs garotos", escreveu Ivete, que publicou o vídeo, mas sem identificar a turista.

Já Daniela Mercury, além de não identificar a turista, tirou o áudio do vídeo. "É um abuso moral.Tirei o áudio por vergonha de vocês! Um desrespeito total à mulher que vocês colocaram nessa situação covarde de humilhação e à todas as mulheres. Machistas e misóginos. Parece que ainda vivem na idade média", escreveu, revoltada.

Margareth também falou sobre a situação no Instagram. "Quanta falta de respeito! Sem som porque o povo brasileiro, em especial nós mulheres,não merecemos isso. Essas pessoas não tem noção de limites. Que coisa NOJENTA!", escreveu.

A atriz Bruna Linzmeyer compartilhou o vídeo, sem mostrar o rosto da mulher, e criticou o comportamento dos homens na imagem. "Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha", escreveu ela, usando as hashtags "Machismo na Copa" e "Não passarão".

Outras atrizes apoiaram a mensagem de Bruna.  "Que vergonha, Meu Deus", comentou Laura Neiva. A humorista Ingrid Guimarães pediu para que ela repassasse o vídeo. "Quero divulgar esses babacas". A cantora Gaby Amarantos também se manifestou "Que vergonha". Alice Wegmann classificou o vídeo de "inacreditável".

Não foram só mulheres. Alguns famosos também se manifestaram. "Que vergonha, que nojo, que vergonha", escreveu Ícaro Silva. "Vergonhoso", criticou Danton Mello.

Veja também:

Famosos manifestam repúdio ao vídeo machista de brasileiros na Copa do Mundo

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br