Galeria de Fotos

Não perca!!

Economia

A Petrobras anunciou prejuízo no terceiro trimestre de 2015, o terceiro número negativo nos últimos cinco trimestres. O resultado ficou em R$ 3,759 bilhões, menos adverso do que o prejuízo de R$ 5,339 bilhões acumulado de julho a setembro do ano passado.

Entre janeiro e setembro, o balanço da estatal ainda é positivo, com lucro de R$ 2,102 bilhões, queda de 58,1% sobre o mesmo período do ano passado. Mais uma vez, os números da Petrobras foram afetados por itens extraordinários.

A companhia incluiu no Programa de Parcelamento Especial (Refis) uma dívida estimada em R$ 6 bilhões e com isso reduziu o valor do passivo para R$ 3 bilhões. Como R$ 876 milhões são liquidados com prejuízos fiscais, o impacto da operação no resultado trimestral foi de cerca de R$ 2 bilhões, líquido de impostos.

O prejuízo também tem origem no resultado financeiro, este impactado pelo efeito da valorização do dólar sobre as dívidas em moeda estrangeira. O resultado financeiro ficou negativo em R$ 11,4 bilhões, acima da despesa financeira líquida de R$ 972 milhões registrada entre julho e setembro de 2014.

No acumulado do ano, o efeito cambial também tem relevância importante para o resultado financeiro negativo de R$ 23,113 bilhões. Em contraste ao fraco resultado financeiro, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado alcançou R$ 15,5 bilhões, salto de 82,7% sobre o terceiro trimestre de 2014, o pior resultado da Petrobras na última década.

Foi naquele trimestre que a estatal fez os ajustes em função da revelação de pagamento de propina e considerou um sobrepreço de 3% nos contratos com empresas alvo da Operação Lava Jato, chegando a uma perda estimada de R$ 4,06 bilhões.

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br