Galeria de Fotos

Não perca!!

Economia

Li4vLi4vLi4vaW1hZ2VzL3N0b3JpZXMvZWNvbm9taWEvZWNvbm9taWEyLmpwZyZhbXA7dz05MDAmYW1wO2g9NjAwJmFtcDtxPTkwJmFtcDt6Yz0w.jpgA inflação na China chegou a 6,5%, em julho, atingindo o nível mais alto dos últimos 37 meses, segundo informações do Escritório Nacional de Estatísticas. Os preços dos alimentos subiram, em média, 14,8% no período de um ano – de julho de 2010 até o mês passado. As elevações nos produtos de alimentação são apontadas como responsáveis pelo aumento da inflação.

Para as autoridades chinesas, a aceleração considerada inesperada coloca o governo em uma posição difícil.

Segundo os especialistas, o desafio é conter o avanço dos preços dos alimentos e assegurar o crescimento econômico em meio à crise financeira global.

O Escritório Nacional de Estatísticas da China informou que o produto que teve o maior reajuste de preço foi a carne de porco, que é a base da alimentação da população. Só o preço da carne de porco disparou 57% em julho.

Na tentativa de conter o avanço da inflação, o Banco Central da China analisa a hipótese de aumentar as taxas de juros. Segunda maior economia do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, a China tem mostrado sinais de arrefecimento, com o Produto Interno Bruto (PIB) desacelerando para 9,5% no segundo trimestre de 9,6%, nos primeiros três meses. O crescimento da produção também sofreu reduções.

*Com informações da agência estatal de notícias da China, Xinhua. As informações são da Agência Brasil.

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br