Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Cidade

Prefeitura de Camaçari (Foto: Reprodução)
Prefeitura de Camaçari (Foto: Reprodução)

Os serviços não essenciais prestados pela prefeitura de Camaçari vão parar entre os dias 24 de dezembro (quinta-feira) e 8 de janeiro (sexta-feira), período que compreende 10 dias úteis. O motivo da paralisação é o recesso de final de ano.

De acordo com nota divulgada pela prefeitura, a definição do período de recesso levou em consideração as festividades do Natal, Ano Novo e Dia de São Thomaz de Cantuária, feriado municipal.

A medida foi estabelecida pelo Decreto 7.439/2020, publicado no Diário Oficial do Município (DOM) na sexta-feira (11) e se aplica a todos os funcionários da prefeitura, exceto aqueles que trabalham nos serviços essenciais: saúde e limpeza pública, por exemplo.

Saúde

No caso dos trabalhadores da saúde, que não podem aderir ao recesso, o decreto permite que a implementação de escala de revezamento de folgas aos servidores, a ser definida pelo secretário de Saúde, "através de portaria, desde que não haja prejuízo ao atendimento dos usuários".

Economia?

Em um ano marcado por concessão de licenças antes da data devida, redução de jornada, trabalho remoto, entre outras ações promovidas pela prefeitura com o declarado intuito de reduzir a quantidade de servidores nos prédios públicos, por sua vez, forma de prevenção ao contágio por Covid-19, parece no mínimo estranho a prefeitura tentar justificar o recesso - algo já pacificado na rotina dos servidores - como ferramenta de redução de custos. Mais estranho ainda é dizer isso no mesmo texto que declara que os dias não-trabalhados deverão ser compensados.

"O recesso não representa prejuízo à administração municipal, tendo em vista que os dias não trabalhados serão compensados. A iniciativa, que considera a necessidade de manter a responsabilidade na gestão fiscal do município, que se dá, entre outras ações, com a redução de custeio da administração pública, representa importante economia para os cofres públicos, mais especificamente no que se refere ao consumo de energia elétrica, água, transporte, serviço de telefonia, material de consumo, entre outros", diz a prefeitura em nota.

Apesar de alardear o recesso como vetor de "importante economia para os cofres públicos", não há nenhuma palavra na nota da prefeitura que permita ter uma ideia dos valores. Será que a economia gerada com o recesso será suficiente para pagar o aumento de salário do prefeito, vice-prefeito, secretário e vereadores, caso este seja aprovado pela Câmara Municipal?

Veja também:

Elinaldo segue calado diante de apelo de vereadores por ampliação do atendimento de emergência em Camaçari

Idade mínima para aposentadoria sobe 5 anos para o servidor público em Camaçari

A bancada de oposição com seus 4 partidos e seus 5 vereadores

Pacientes de Camaçari representam 91% dos atendimentos do HGC

NAS COSTAS DO POVO: Jorge Curvelo quer aumentar salários de Elinaldo e Tude em R$10.000

LEI DA FICHA LIMPA: Decisão do TSE aponta que condenação de Caetano foi injusta

Editorial - Puxe uma cadeira e sente. Vamos falar um pouco de política...

PERIGO: Volume de atendimentos do HGC e silêncio do prefeito denunciam falha da saúde em Camaçari

Editorial - Retrocedendo a passos largos: a lança sem haste do PT

HGC é última unidade da RMS a adotar modelo referenciado

REFORMA? HGC passará a atender apenas via regulação

Retorno de mão-dupla na Av. Francisco Drummond ainda é 'para breve'

COVID-19: Camaçari tem 9 novos casos e mais 1 óbito confirmado em 24 horas

Camaçari tem 100 novos casos de HIV/AIDS por ano

PANDEMIA: Prefeitura entrega cestas básicas e kit enxoval para população vulnerável

Corte de 13º salário em Camaçari é "fake news"

Exclusivo - Ex-órfã: Camaçari volta a ter representação na ALBA

Elinaldo atribui alagamentos a "chuva fora de época" e promete assistência às famílias

Federal ou estadual? Ivoneide se consolida como liderança política em Camaçari

“Ponte” construída pela prefeitura dá vexame e impõe vexame ao prefeito de Camaçari

Mesmo sem o mandato, o projeto social vai continuar, garante vereador Jackson

Sem dragagem do Rio Camaçari, população tem casas alagadas após 2h de chuva

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br