Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Cidade

 Iniciativa visa ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social - Foto SSP
Iniciativa visa ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social - Foto SSP

Diz a Bíblia, para o que crê, no livro de Deuteronômio 15; 11, Pois nunca deixará de haver pobre na terra; pelo que te ordeno, dizendo: Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra. E nessa pisada, desde a autora do projeto, a comerciante Lucineia Furlan, da cidade de Assis, no interior paulista, que teve a ideia de colocar uma geladeira na calçada de casa para, abastecida pela própria população, alimentar pessoas em situação de rua, em janeiro de 2017, está a turma da segurança pública camaçariense lotada na Base Comunitária de Segurança (BCS) no POCH II, com a implantação da “Geladeira Comunitária” na comunidade.

A iniciativa, desta quarta-feira (16/09,) celebra o aniversário de seis anos da Base, mas quem ganhou o presente foram os moradores carentes não somente em situação de rua, mas também famílias locais que tem sofrido um bom bocado desde o início da Pandemia com o aumento do desemprego no município.

Sabe-se de polícia no combate à criminalidade mas apesar de para alguns a intervenção da PM no combate à fome parecer novidade, a polícia militar da cidade, além do que tanto noticiou este portal, conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) ao R7 Bahia, outras ações desenvolvidas pela unidade comunitária para ajudar na crise provocada pela pandemia já beneficiaram 400 famílias desde março. "Foram entregues cestas básicas, kits de higiene, álcool gel, roupas e agasalhos" diz na publicação o comandante, capitão Edvaldo Souza Dantas Júnior.

Ainda conforme o site, duas mil peças de roupas ainda serão destinadas para famílias cadastradas pela Base. E mais de 10 mil famílias da Região Metropolitana de Salvador (RMS), já teriam sido alcançadas pelas ações da BCS Camaçari, desde sua inauguração em 2014.

De comida pronta em suas devidas embalagens, biscoitos e sucos, à frutas e legumes, e ainda alimento cru em quilos, é o que deve fazer parte “do cardápio” que as pessoas podem encontrar na Geladeira Solidária que é inclusive uma oportunidade para se evitar o desperdício onde, conforme pesquisas, mais de 40 toneladas de alimento são jogadas fora a cada ano no país enquanto uma parte da população teme a segurança alimentar e outra tem fome.

Ainda de acordo com a matéria, o comando da BCS, que ventila o oferecimento de cursos profissionalizantes, de forma virtual às comunidades, pretende levar a Geladeira, de forma itinerante, às comunidades atendidas pela Base do POCH II.

NOTA

Dona Lucineia Furlan e a turma da Base Comunitária do POCH II será um exemplo para você, ou sua pessoa vai apenas aplaudir do conforto do seu lar? Agora levanta e vai lá participar, que a fome é bruta e não espera e a ordem é "...te [ordeno] que livremente abrirá tua mão para o teu irmão".

E para reflexão: "(...)Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons. (Provérbios 15:3).

Veja também:

Fome na Bahia - insegurança alimentar atinge metade da população, diz IBGE

Base Comunitária de Camaçari realiza eliminatórias do concurso Garota BCS neste fim de semana

Base Comunitária orienta jovens sobre o combate à violência doméstica

BCS Camaçari tem novo comandante. Corrida de Capitães marca passagem de comando

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br