Galeria de Fotos

Não perca!!

Cidade

Mancha de petróleo em Arembepe (Foto: Ivanaldo Soares /Defesa Civil de Camaçari)
Mancha de petróleo em Arembepe (Foto: Ivanaldo Soares /Defesa Civil de Camaçari)

A Praia de Arembepe, em Camaçari, amanheceu nesta quinta-feira (31) com novas manchas de petróleo cru. As pelotas foram observadas pelos moradores no início da manhã e, às 9h, o grupo de voluntários Guardiões do Litoral acionou a Marinha, a Defesa Civil e o Ibama para suporte na limpeza da praia.

De acordo com o Ivanaldo Soares, coordenador geral da Defesa Civil de Camaçari, duas toneladas de óleo foram retiradas da praia. Ainda segundo ele, as manchas apareceram entre o Emissário e a Aldeia Hippie. “Mas isso não foi nem metade. Amanhã [hoje], a gente não sabe se o resíduo vai estar na areia, vamos avaliar para fazer a limpeza”, falou.


O que foi recolhido, ontem, por voluntários e agentes da Defesa Civil já equivale ao mesmo montante retirado da primeira vez que a praia ficou suja de óleo, no último dia 10.  “É maior do que da última vez. Muito maior do que o que veio para Arembepe. Voltou duas vezes mais”, afirmou Soares.

"A situação é bem crítica. É um óleo mais mole. As ondas estão fragmentando o óleo. Tem toneladas de óleo na praia", afirmou Mauricio Cardim, voluntário.

Da primeira vez, o óleo foi encontrado em estado mais solidificado. Segundo a aldeia hippie, o mal cheiro provocado pelo composto começou a ser sentido pelos nativos às 4h30.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) afirmou ao CORREIO, por mieo da assessoria, que o segundo registro em Arembepe deixa o alerta aceso na capital baiana. A principal preocupação é com a região da Praia do Flamengo, que foi atingida pelo petróleo cruz no dia 11 de outubro - um dia depois do primeiro registro em Arembepe.

No momento, atuam no local, além de voluntários dos Guardiões do Litoral, 15 agentes da Defesa Civil de Camaçari.

A operação,que foi iniciada às 10h, enfrentou dificuldades pela cheia da maré. “O mar encheu por volta das 15h e tivemos pouco tempo de atuação para retirar o material. Vamos ver se o mar levou de volta ou deixou. Temos alguns arrecifes sujos de óleo”, revelou o coordenador geral da Defesa Civil de Camaçari.

“Se encontrar manchas de óleo, você deve ligar para 199, que é o telefone da Defesa Civil”, acrescentou Soares.

Nas próximas horas, Ivanaldo Soares, responsável pelo órgão, mais 25 homens serão enviados.  "É maior do que da última vez. Muito maior do que veio para Arembepe. Voltou duas vezes mais", afirmou. A operação foi iniciada às 10h e é dificultada pela cheia da maré, de acordo com pessoas que trabalham no local.

Uma equipe do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) já foi deslocada para o local.

Origem
Na quarta-feira (30), o presidente em exercício, Hamilton Mourão, disse que a investigação sobre o vazamento de óleo que atingiu as praias do Nordeste está próxima de ser concluída.

Segundo Mourão, há a possibilidade de que o governo anuncie a conclusão das investigações indicando o navio ou navios responsáveis ainda esta semana.

“Nossa investigação está chegando lá. Estamos aguardando o presidente [Jair Bolsonaro] chegar”, disse. “[Há] boa chance de divulgar o resultado ainda nesta semana”.

Vídeo

Veja também:

Pesquisadores acham mancha de óleo no Sul da Bahia; Ibama nega

“Óleo no Nordeste deixará sequelas no ecossistema, na saúde e na economia”

Manchas de óleo - médicos da Ufba pedem que seja decretado Estado de Emergência

Voluntários relatam náusea e alergia após contato com óleo em praias

MP vai investigar impactos do vazamento de óleo em comunidades de pescadores

Boletim do Inema confirma balneabilidade das praias da Costa de Camaçari

Manchas de óleo aparecem na foz do Rio Joanes em Lauro de Freitas

Voluntários retiram grandes resíduos de óleo, mas poluição persistirá por anos

Marinha: Óleo que atinge NE não foi produzido ou comercializado no Brasil

Instituto de Química da Ufba transforma óleo recolhido de praias em carvão

Descoberto provável local de origem do óleo que invadiu praias do Nordeste

Manchas de óleo: governo decreta situação de emergência no estado

Onda de união: 500 voluntários ajudaram a limpar praias no final de semana

Suspeito por óleo no Nordeste, navio fantasma 'dribla' radares

Homem que oferecia falso emprego é preso por estuprar 40 mulheres em Camaçari

Mancha de óleo que atinge praias do Nordeste chega a Arembepe

Petróleo no mar do Nordeste chega à Bahia

Substância achada em praias do Nordeste é petróleo cru não produzido no Brasil

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br