Galeria de fotos

Não perca!!

Cidade

Placa sinalizadora de que há – e havia – um quebra-molas, porém não se sabe o motivo por que foi retirado e mantido só a sinalização (Imagem Reprodução)
Placa sinalizadora de que há – e havia – um quebra-molas, porém não se sabe o motivo por que foi retirado e mantido só a sinalização (Imagem Reprodução)

"Prefeito Antônio Elinaldo, solicitamos intervenção do senhor referente a segurança aos alunos dessa escola: Nossa Senhora da Conceição da comunidade da Gleba C, na rua Abaré. É um pedido das famílias e da direção da escola para que possamos evitar um grave acidente com os nossos alunos. Temos informações que a prefeitura não irá colocar mais esse quebra mola. Rever a posição da prefeitura nessa pauta é assegurar a segurança de todos".

O apelo acima é resultado da política equivocada do governo, de remoção e decisão, sem consulta popular sobre índice de acidente e velocidade de veículos em determinadas trechos, onde deve ou não deve ter os redutores de velocidades, os populares quebra-molas, segundo intervenções do mês de novembro do ano passado, conforme publicado pelo CFF.

O texto, marcado na página do diretor do Camaçari Fatos e Fotos (CFF) no Facebook, pelo líder comunitário Cristovam, Colombo, vem acompanhado de um vídeo onde se vê, além de carros e motos em velocidade incontestavelmente alta para a localidade, uma pista reta e longa, onde se encontra uma escola infantil, uma placa sinalizadora de que há – e havia – ali um quebra-molas mas que não se sabe, ou se sabe, por que cargas d´águas foi retirado do lugar, e mantida a placa ali sozinha, sem o outro artefato de segurança.

Colombo atesta que tem sido procurado tanto pela direção da escola quanto por pais de alunos para que intervenha em favor de evitar que uma fatalidade aconteça com seus alunos e filhos.

O que não se entende é como que uma única alma da prefeitura, sem necessariamente ser do setor dos "cabeça-pensantes" que tomaram tal decisão, ainda não percebeu que, além de sequer uma faixa de segurança haver, a atitude de retirar o equipamento e manter tão longa pista livre para a velocidade dos veículos, em frente duma escola, como agravante, infantil, foi no mínimo equivocada.

Essa foi inclusive uma advertência do CFF, por ocasião da retirada dos quebra-molas irregulares inclusive sugerida por matéria desse portal, sobre que a comunidade deveria ser ouvida quanto a decisão de em alguns trechos se substituir, a toque de caixa, o equipamentos por "placas de sinalização", numa cidade onde sem discussão há muito mais bares do quem "igrejas".

Vídeo

Veja também:

População de Camaçari já não sabe o que fazer para ter as árvores da cidade podadas

 

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br