Galeria de Fotos

Não perca!!

Cidade

Tragédia em farmácia deixou 9 mortos em Camaçari (Foto: CFF/Marcelo Franco)
Tragédia em farmácia deixou 9 mortos em Camaçari (Foto: CFF/Marcelo Franco)

Contrário a matéria publicada aqui no CFF, onde informamos não haver reforma na Farmácia Pague Menos no momento da explosão que gerou o desabamento da laje e o incêndio da farmácia, a delgada Thaís Siqueira, titular da 18ª Delegacia Territorial (DT/Camaçari), afirmou que uma empregada do estabelecimento revelou que, há pelo menos 30 dias, estava acontecendo uma reforma no mezanino da farmácia.

Segundo a delegada, a testemunha disse à polícia que almoçava no andar superior do prédio com outros três colegas enquanto operários trabalhavam no local. Segundos depois de deixar o mezanino, para assumir o caixa da loja, onde pelo menos 12 pessoas aguardavam na fila para serem atendidas, a mulher disse que ouviu a explosão e viu parte da estrutura desabando e o fogo se alastrando pelo local.

Advogados de defesa da farmácia alegam que era uma pequena reforma na laje em virtude das fortes chuvas que caíram em Camaçari. Contudo, o mestre de obras José Vieira de Matos, pai de uma funcionária do local que ficou ferida no acidente, ele alertou aos responsáveis da farmácia que o acidente iria acontecer.

"Essa foi uma tragédia anunciada. A minha filha me disse que a obra estava ocorrendo dessa forma e eu disse para ela que como estavam trabalhando com solda aquilo era um barril de pólvora, por conta do material de PVC. Pedi que ela trabalhasse nos caixas da frente, para que se tivesse qualquer coisa ela corresse", conta ele, que acompanha a filha Cristiane da Silva Matos, 30 anos, no Hospital Geral de Camaçari (HGC).

Matos conta que ele foi consultado para fazer o serviço que acontecia no mezanino da farmácia, que provavelmente gerou o incêndio, e que afirmou aos responsáveis que só faria o serviço com a farmácia fechada e sem clientes e funcionários no local em virtude do risco.

O ocorrido mostra a fragilidade do setor de fiscalização da Prefeitura de Camaçari que, ou faz de conta que fiscaliza o comércio e as obras da cidade ou vem passando a mão na cabeça de muita gente.

Veja também:

Missa em memória às vítimas do incêndio na Pague Menos lota Catedral

Não havia obra na Farmácia Pague Menos

Tragédia em Camaçari - Farmácia não tinha plano de evacuação e emergência e usava gás inapropriado

SSP-BA fará coletiva de imprensa sobre incêndio da Farmácia Pague Menos

Incêndio na Pague Menos: Prefeito decreta luto oficial de sete dias

Servidora da Controladoria do município está entre vítimas fatais do incêndio na Pague Menos

ADENDO - Com 22 feridos, sobe para 10 o número de vítimas fatais no incêndio da Farmácia Pague Menos

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br