Galeria de fotos

Não perca!!

Cidade
Em: 07/08/11 - 16:06 Fonte: Antonio Franco Editoria: Cidade

Empresas parceiras da Ford ameaçam deixar Polo Petroquimico

Complexo Ford NordesteA Pelzer e Pilkington alegam alto custo da mão de obra e do valor da PLR

O anúncio do Governo Federal sobre a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) como forma de incentivar as montadoras automotivas do país não está surtindo o efeito esperado no Polo Petroquímico de Camaçari. Segundo informações do Sindicato de Metalúrgicos do Município, a Pelzer e Pilkington, devem deixar as dependências do Complexo Ford Nordeste.

Leia mais...
 
Em: 03/08/11 - 05:51 Fonte: Antonio Franco Editoria: Cidade

Concerto de Arthur Moreira Lima é menos prestigiado que Sinfonia Popular da cidade

Li4vLi4vLi4vaW1hZ2VzL3N0b3JpZXMvY2lkYWRlL2ZhdG9zX2cucGhwLmpwZyZhbXA7dz0yMDAmYW1wO2g9MTYwJmFtcDtxPTkwJmFtcDt6Yz0x.jpgMaravilhoso. Essa é a palavra ideal para descrever o concerto de Arthur Moreira Lima – um dos maiores pianistas vivos do país – realizado no estacionamento da Cidade do Saber, na noite desta quarta-feira (03).

Na exibição, que durou cerca de uma hora foram apresentadas composições próprias, além de tocatas de outros mestres como Beethoven, Villa-Lobos, Chopin, Bach, entre outros.

A mostra apresentada em Camaçari foi o concerto de número 399 do projeto “Um Piano pela Estrada – Brasil Sertões 2”. Segundo o próprio pianista, o projeto tem levado a música erudita a várias cidades brasileiras “onde é possível chegar por terra”, priorizando aquelas em que há pouco ou nenhum acesso à música clássica.

Em Camaçari, há duas coisas que merecem uma análise. A primeira, embora possa ser ofensiva há alguns, é que – considerando que o concerto foi em Camaçari – é possível dizer que houve um número considerável de espectadores: todas as cadeiras colocadas à disposição foram ocupadas em alguns momentos.

Entretanto, considerando que no palco estava Arthur Moreira Lima, num concerto com entrada franca, pode-se dizer que a participação popular foi pouco expressiva. Principalmente que, deseducadamente, muitos saíram bem antes do final.

Sem emitir juízos de valor e salvando as devidas proporções, vale questionar como seria se fosse um show de uma dessas bandas de pagode, realizado nas mesmas condições.

Mais intrigante ainda é pensar que “faltaram” ingressos para a segunda apresentação da Orquestra Sinfônica Popular Brasileira de Camaçari, que foram vendidos a R$1.

Bom, sem considerar se houve falhas ou não, no que antecedeu a divulgação da apresentação do artista, com síntese da sua história, não há mais o que dizer, ou, é como dizem por aí: gosto é como o paladar: cada um tem o seu...

 


Página 922 de 922

Enquete

Pena de morte no Brasil
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br