Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

Érica Soledade conseguiu contragolpear o golpista, fazendo-o colocar R$ 20 de crédito no celular dela (Foto: Reprodução)
Érica Soledade conseguiu contragolpear o golpista, fazendo-o colocar R$ 20 de crédito no celular dela (Foto: Reprodução)

Fotógrafa disse que precisava da recarga para realizar transferência

A fotógrafa baiana Érica Soledade virou o jogo após ser alvo de uma tentativa de golpe via WhatsApp em Salvador. A vítima conseguiu contragolpear o golpista, fazendo-o colocar R$ 20 de crédito no celular dela.

Tudo começou quando Érica estava em casa e recebeu a mensagem de um número desconhecido com a foto do filho no perfil da conversa. Só que o veterinário Lucas Soledade estava com a mãe no momento, deixando claro de que se tratava de um golpe.

"Já passei por outras tentativas de golpe, eu fiquei em pânico. Eles começam a usar seus dados pessoais, te deixando muito vulnerável, falam nome de pai, de pai, endereço antigo, atual. Percebi que você é capaz de fazer o que eles quiserem", afirmou ela, em entrevista a TV Bahia.

Já acostumada com esse tipo de abordagem, Érica decidiu tentar extorquir o criminoso. "Agora vamos virar essa história. Vamos dar assunto e tentar alimentar e pedir dinheiro para ele", tramou ela.

O golpista foi guloso, pedindo R$ 2.350 enquanto tentava se passar por Lucas. Érica, porém, disse que estava sem dados móveis e precisava colocar crédito no celular para transferir o valor.

O golpista rapidamente atendeu a demanda. Após ver a quantia extra no celular, ela bloqueou o rapaz.

"A gente começou a interagir com ele para ganhar confiança e aí, ludibriado com essa história, ele decidiu mandar o dinheiro para obter o lucro", disse o veterinário.

À TV Bahia, a Secretária de Segurança Pública do Estado informou que o número de golpes virtuais saltou nesse ano. Em 2020, só em Salvador foram registrados 11 golpes. Um ano depois 66 ocorrências foram reclamadas.

Se a modalidade de golpe for ampliada para cidades do interior baiano, nota-se que em 2020 foram denunciados 44 golpes, e em 2021 foram 184 casos.

O especialista em tecnologia Arthur Igreja disse à emissora como a vítima deve se comportar diante destes casos.

"Mande mais mensagens, tente validar, e principalmente peça um áudio. Você vai ver que o golpista não vai mandar. A partir daí a solução é indicar esse golpe para o Whatsapp pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. e também registrar um boletim de ocorrência", disse Arthur.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br