Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

Secretaria Estadual de Saúde confirmou 35 casos nesta terça-feira, 6 (Foto: Reprodução)
Secretaria Estadual de Saúde confirmou 35 casos nesta terça-feira, 6 (Foto: Reprodução)

Estado não tinha casos da doença desde 2018; Itabela tem 34 infectados. Técnicos da Vigilância Epidemiológica da Sesab foram enviados para a região

Os números de casos de malária registrados no extremo sul da Bahia cresceram em cinco dias. No último dia 2 de julho eram 9 casos. Nesta terça-feira (6), a Secretaria Estadual de Saúde confirma 35 casos.

Segundo a Sesab, são 34 casos em Itabela e 1 em Porto Seguro. No dia 2, também foi registrado um caso em Itamaraju. A doença é causada por meio da picada de fêmeas do mosquito Anopheles, que estão infectadas pelo protozoário Plasmodium.  

Ainda segundo a secretaria de Saúde, os casos tiveram diagnóstico positivo por teste rápido e as amostras foram  encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia para uma nova análise.

Técnicos da Vigilância Epidemiológica estadual foram enviados para os municípios para realização de pesquisa do vetor e oferta de treinamento sobre o manejo clínico dos pacientes, além de reconhecimento geográfico e delimitação da área de risco, tem realizado busca ativa de casos suspeitos e tratamento supervisionado.

Também foram encaminhados mosquiteiros com inseticida de longa duração (MILD),  sendo 120 de casal e 200 de  solteiro. Além disso, a Sesab realiza investigação  para identificação do caso índice e da possível associação com deslocamento e viagem.

Os últimos casos registrados de malária na Bahia foram em 2018 com 77 casos confirmados residentes do município de Wenceslau Guimarães, pelo exame gota espessa.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br