Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Antonio Franco Nogueira

'(...)E disse eu: Ouvi, peço-vos, ó chefes de Jacó, e vós, príncipes da casa de Israel; não é a vós que pertence saber o juízo? A vós que odiais o bem, e amais o mal, que arrancais a pele de cima deles, e a carne de cima dos seus ossos; E que comeis a carne do meu povo, e lhes arrancais a pele, e lhes esmiuçais os ossos, e os repartis como para a panela e como carne dentro do caldeirão'. Miquéias 3:1-3
'(...)E disse eu: Ouvi, peço-vos, ó chefes de Jacó, e vós, príncipes da casa de Israel; não é a vós que pertence saber o juízo? A vós que odiais o bem, e amais o mal, que arrancais a pele de cima deles, e a carne de cima dos seus ossos; E que comeis a carne do meu povo, e lhes arrancais a pele, e lhes esmiuçais os ossos, e os repartis como para a panela e como carne dentro do caldeirão'. Miquéias 3:1-3

"Fico impactada com a intimidade que tem com Deus, meu irmão. Impactante", diz a missionária Magali Amorim, ao visualizar a imagem acima, que se refere ao dia do meu batismo, juntamente com o de minha esposa, 1 ano após a minha conversão ao Evangelho. A minha esposa (que aparece abraçada comigo) naquele momento já era convertida havia alguns anos. E veja onde vai dar isto. Mas antes de eu te contar da bronca que levei de Jesus essa noite, quem sabe por causa de você, para que você compreenda melhor o que verá nesse texto me permita destrinchar o que envolve os cenários nas imagens – sim, cenários, posto se tratar não de uma apenas, mas de duas fotos batidas no mesmo momento, pois isso não terá sido sem propósito. Então esteja atento/a.

Mas antes vá matutando aí, que depois eu te conto o que o/a nobre tem a ver com a ordem que nosso Criador deu às Estrelas e ao Mar quando Criou tudo o que há, que desemboca exatamente no meu e no teu quintal, quer queiramos quer não queiramos.

Na noite que antecedia o dia do batismo eu orei pedindo que Deus descesse ao evento, fosse em gotejamento (Ele fala comigo, acredite, além de pelas Escrituras, pelos sonhos e pelas nuvens, também por gotas de chuva) ou em forma de Luz, para que eu soubesse que Ele havia recebido o batismo. E qual não foi nossa surpresa ao receber as fotos, uma do telefone do meu filho Moisés Franco (40) e a outra do telefone da irmã Adriana Dias (37) - Assembleia de Deus do Jardim Limoeiro l, e observar que a posição de tudo era praticamente igual em tudo, porém com a diferença de que, enquanto numa aparecia raios “do sol” na outra tais raios não apareciam. E não somente isso, depois de observarmos nas duas fotos a mesma posição duma ponta da piscina; das minhas sandálias; duma de minhas mãos nas costas da minha esposa e do braço dela em volta do meu pescoço, e da minha outra mão apoiada no braço da cadeira; e enquanto na que continha os raios de luz tinha o piso escurecido a outra, a da direita onde se vê a claridade do dia, tinha o piso absolutamente claro porem sem que aparecesse os raios que brilhavam e nos cobriam na outra imagem captadas no mesmo instante – era 4 da tarde, então conclui: não foi o sol, foi a Glória de Deus que desceu aqui. Ele respondeu positivamente a minha oração. Foi uma alegria, e ainda é, que não se mede. Mas junto também houve e sempre haverá MUITO temor, justo por ser de meu conhecimento que (...)A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será cobrado, conforme em Lucas 12. Mas vamos cá.

(...)Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça, e cometer a iniqüidade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá: porque tu não o avisaste, no seu pecado morrerá; e suas justiças, que tiver praticado, não serão lembradas, mas o seu sangue, da tua mão o requererei. Ezequiel 3:20.

...Por isso o aviso de agora. Porém mesmo que pareça que um sujeito sobre quem a Glória de Deus desce de maneira flagrante, tanto conforme na imagem acima quanto na interpretação de sonhos (Gênesis 40;8), conforme você logo verá, além de com outros/as bem aventurados/as de que você deve ter notícia, se este não for você mesmo/a, o indivíduo que Jesus recebe e toma como Seu mensageiro, peca, falha, transgride, e prevarica (prevaricar é deixar de cumprir uma ordem recebida ou de fazer que se sabe que deve ser feito, no tempo devido) – João 1; 8, que o diga. E eu estou aqui justamente por isso. Por causa da minha prevaricação e pela bronca que levei por não ter vindo logo, a quem couber, quiçá justamente a você.

Eu já avaliava que eu não estava muito bem na fita dado à umas coisinhas que estava deixando de fazer, mas daí para uma atitude que resolvesse logo a questão eu vinha esbarrando na maldita pouca quando não nenhuma vontade de fazer o que tinha que ser feito. E esse é o problema: a maldita vontade chamada própria no/a crente não deve prevalecer; não é a vontade dele/a que vale se o/a crente quiser ter sucesso na caminhada cristã. Aliás, vendo um monte da seara, que faz o que quer e quase nunca o que o Espírito de Deus manda (os que O tem), fiz a seguinte pergunta à certo grupo: “De zero à dez qual nota cada um aqui se dá sobre sua situação frente a Jesus?”, e não ouvi um 2 ou 3 sequer, muito menos 1 ou 0. Mas ouvi 7, ouvi 8, ouvi até 10. E o danado é que a criatura que cantou 10 - à época devendo ter uns 15 anos “na igreja”, hoje deve ter uns 20, se fizesse desde lá e até cá uma pergunta básica sobre qualquer citação das Escrituras e o seu significado nada respondia e ainda hoje não responde: não tem costume de ler a Bíblia, nem essa pessoa, que se deu nota dez, nem nenhuma outra que estava na roda, e não tem disposição para lê-la, somente prontidão para justificativas descabidas como “falta de tempo e cansaço, pelo muito trabalho”. E bulir sobre qualquer uma daquelas pessoas falar de Cristo nas oportunidades que se tem, aí a coisa complica ainda mais. Até hoje é assim. Mas todos muito assíduos nos cultos. Já “ficar de cara feia - o malfadado de-mau” com o/a irmão na fé por quase nada, conforme sou testemunha, é como tomar um copo d’água entre aquela (e muitas outras) turma. Uma ou outra, eram umas 8 pessoas, até tem um coração caridoso, o problema é somente não pisar no pé’. E aí é onde a falta da leitura/meditação bíblica se tornará num problema quando já for muito tarde, posto isto não estar nas Escrituras para encher suas páginas: (...)Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas. (Mateus 6:15). E como por apenas 1 pecado Adão e Eva foram expulsos do Paraíso (entenda da presença de Deus), somado as contendas com o demais que tem tomado não poucos pensamentos/corações a cada dia, veja se não é de causar uma não pouco preocupante dor de cabeça...

Mas guarda ainda aí num cantinho do teu coração, que depois eu te conto, o que, quando da Criação, tem a ver a ordem que Jeová Deus deu ao Sol e aos Rios, que também desemboca bem na porta da minha e da tua cozinha, que o negócio é estreito. E afora esses lembretes ao longo do texto, tenha em mente que os sonhos interpretativos ocorrem por amor do Pai por quem sonha, buscando que o sujeito, ou siga na pisada que tem andado ou procure se corrigir. Isso quando Ele não revela – também em sonhos - a uma pessoa a situação doutro sujeito. O que mais das vezes só acontece quando o que tem a vida exposta é dos amantes da soberba ou tenta se fazer de indiferente aos avisos que Jesus vem lhe dando diretamente...

Mas, é sério, conversando dia desses aqui em casa com uma serva de Deus, eu inclusive comentei com ela que gostaria de trazer mensagens que animasse as pessoas, tipo que “Jesus já pagou o preço e se você já 'arribou' tua mão e O aceitou como teu Salvador, pode ‘chutar o balde’ à vontade que o céu pra você tá garantido”, como muitos, fora do contexto, porém não com essas exatas palavra, vale o registro, amam pregar (...)Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus (Efésios 2:8). Mas, com base no contexto logo a seguir, onde Deus diz que isso é (...)Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas. (Efésios 2:10), e pelas tantas visitações que Ele tem me feito e me cobrado que venha aqui te advertir, não é isso que tenho recebido d’Ele para dizer nesses tempos, mas é alertar que Ele vai cobrar com medida muito maior aos que O tem negligenciado, tanto aos de dentro quanto aos de fora do Evangelho, todavia cobrará com máxima medida àqueles que sobre os altares tem negligenciado o cuidado com a Sua Noiva. Aliás, ela, a irmã, veio para me contar um sonho e desabafar sobre que os do altar da sua igreja a tem rejeitado e usado o microfone para, do altar, mandar indireta para os membros, especialmente para ela e que um dos membros da direção do ministério é por demais arrogante, e tem aversão por quem lhe dê opinião ainda que seja para melhora. Mas se algo do aqui dito acontece contigo pode acreditar que, dado o que você leu e ainda lerá, não estará sendo por qualquer coincidência.

E depois de contar outra visitação onde a interpretação aponta que Jesus é na vida dela e que ela não deve se preocupar com tais “perseguições”, porém me contou o seguinte sonho – que se tua cara arder quando você vir o significado, não te preocupa não, que é somente o Espírito Santo na tua consciência, por isso é tua cara e não o teu dedão do pé a ficar tão vermelha:

- Eu tive um sonho onde eu entrava numa casa bem arrumada que não é a que eu moro mas que eu sabia que era minha, e quando eu chego no quintal percebo que havia lá outra casa, só que sem reboco e com a porta aberta, que eu sabia que também era minha. Caminhando eu noto no caminho uma lagartixa se mexendo, mas passo por ela e tranco a porta. E acaba o sonho.

Olha, é como eu disse, se ajeita aí no acento que se isso falar com você é por que, conforme Jesus disse à irmã que sonhou, sobre ficar em paz quanto à perseguições, que ela ficasse em paz que Ele é na vida dela mas deu esse sonho à Sua serva, e a interpretação diz o que diz, Ele pode está sim falando e x a t a m e n t e contigo:

A interpretação – do Espírito de Deus (Gênesis 40;8)

- As duas casas são a sua pessoa; a da frente organizada e a dos fundos sem reboco e com a porta aberta representa que ainda que você ache que vai tudo bem com seus sentimentos - por isso a casa da frente era toda arrumada, lá no fundo do seu coração há problemas, o que te deixa vulnerável pela falta de revestimento, que é promovido por sentimentos/pensamentos/atitudes indevidos, que está representado na ausência do reboco da casa do fundo, e ainda há brecha que você precisa tapar, por isso você percebe aberta e fecha a porta. A lagartixa, um réptil pequeno, mas sempre um réptil, aponta algum demônio, poém de baixa patente no seu caminho (é importante saber que, assim como entre os Anjos de Deus, há hierarquia entre os demônios), porem Jesus lhe diz que ele é relativamente inofensivo e não impedirá que você se corrija mesmo que ele esteja bulindo para lhe impedir – quem sabe tocando no seu ânimo, para que você não se revista e nem feche a brecha, por isso você observa que a bicha se mexia. Mas o que é uma lagartixa para o pé duma mulher de 70 quilos? Doutra forma não adiantaria Jesus te dizer, como disse no outro sonho, que Ele é na tua vida. (Receba ai teu tanto, você que lê).

Disse isso a ela, que a medida que ia me ouvindo ia ficando cabisbaixa, por que, como me falou, não sabia que ainda existia “alguma coisa em mim, que desagrade a Deus”, e se mostrou profundamente abatida. Vê, como nos enganamos – na verdade somos enganados por Satanás que para não ir sozinho para o 'Lago de Fogo' - (...)E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. (Apocalipse 20:15) cria situações que nos faz pensar que estamos nota 10 frente a Jesus quando na realidade estamos em debito e a necessidade de buscarmos nos revestir e tapar as brechas é para lá de urgente, assim como é urgente a consciência de que somos pecadores carentes das misericórdias de Deus a cada instante? Se ligue.

Há pregadores que teimam em dizer que nem tudo é Satanás. Pois com base em que(...)Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência (Deuteronômio 30:19), eu insisto que há uma escolha e se a pessoa escolhe desobedecer, ou seja, prefere a Maldição, levando em conta que, conforme as Escrituras, o primeiro homem e a primeira mulher da Criação escolheram ouvir o convite do Diabo à obedecer à Deus, Satanás tem sim participação em tudo de mau que o Homem faz e que, quando o próprio não vem ele manda o secretário. Ou a secretaria. Se é que você me entende (Aliás te sugiro depois lerO que de fato aconteceu no Éden). É tipo certo pregador, que diz que dentro de nós existe um lobo e uma ovelha, àquele à quem alimentarmos mais sobreviverá. Agora, tendo no coração que os das más obras não entrarão no Céu, como se fazendo uma auto crítica, é contigo a conta da diferença das atitudes duma ovelha frente às dum lobo. Mas é bom fazer isso diante dum espelho. Tipo olhos nos olhos.

Na verdade eu estou tentando entrar no assunto Altares e contas à prestarem, mas meu espírito não pára de ouvir a Voz de Deus me alimentando com fatos que muito pode falar com você e dos quais sua alma pode depender para que coisas sejam ajustadas enquanto há tempo. Então aguenta aí.

Apesar de a irmãzinha inicialmente ter resistido em admitir que em seu íntimo havia rancores - isso conforme a resposta que havia me dado diante da pergunta que eu havia lhe feito sobre se ela nutria alguma mágoa para com as pessoas que a resistem na sua igreja, conforme suas próprias palavras antes de ela saber, mas eu já tendo recebido de Deus pra onde aquilo apontava, o que significava principalmente a casa sem reboco com a porta aberta do quintal, ela não não conseguiu levar adiante tal negativa e admitiu que sim, que seu coração ainda guardava um ressentimento, assim que ela ouviu a interpretação. “Mas o que será que isso vai falar comigo”, talvez você também, não identificando ‘algum problema’ em seu coração, inicialmente se pergunte. Mas, amigo/a, já diz as Escrituras que o coração do homem, e da mulher, é enganoso. E Jesus não me visitou a toa, me cobrando que eu estava prevaricando, mas como eu tenho dito, de certo por querer falar também com você. A irmã do sonho acima é uma pessoa dada à Obra e muito humana. Ela não se aquieta enquanto não socorre quem ela saiba que padece alguma necessidade. E por que razão o Pai a visitou dizendo que apesar de parecer (a casa da frente) nem tudo estava bem, e mandando que ela procurasse “fechar a brecha, e brecha tal que fala de rancor no coração se a coisa espiritual for pra ser levada como um punhado vem pregando?”. Claro que você lembra da imagem lá em cima que ilustra esse texto. E eu preciso te dizer, principalmente a você dos altares, o que nosso Senhor me disse sobre mim, mas antes me permita essa pausa:

(...)Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. Salmos 133:1,2.

Apesar de haver pregador que invoca que (...)nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, quase sempre suprimindo o que diz a segunda parte do texto bíblico, que aponta que a condenação não alcança somente aqueles (...)que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito, conforme em Romanos 8:1, há o pregador que muito apropriadamente observa que o Óleo que ungiu o Sacerdote não escorreu de sua cabeça para a pele do seu rosto e depois para o seu pé, mas desceu de sua cabeça sobre sua barba e escorreu sobre suas vestes. E por que terá sido que a unção não “tocou a carne?”. Será por que a vontade da carne/natureza humana é “maldita”, justamente por ser a responsável por levar, como levará não pouca gente, à perdição? Pergunta boa para nos fazermos, essa!

Eu não vivo fazendo do pecado brincadeira, apesar de não haver um sequer de nós que esteja sem pecado, conforme em l a João 1;8, e é por causa do que Jesus vem a mim e de vez em quando me dá um presta atenção, como gosta de dizer a irmã Magali (Veja Miquéias 1;2) que estou aqui para falar desde ao da portaria ao dos altares que não estão cuidando e nem se importando, desde com as suas próprias, com o estado das vestes da Noiva d’Ele. Com destaque para os que tem feito do ministério o quintal de sua casa quando não sua empresa ou o negócio da família, tipo morre o pai, assume o filho, ou se filho não tiver, assume a esposa. E por aí vai. No último caso ainda nem se pode nominar as consequências espirituais (sobre isso é importante ler “Ele chora, com a palhaçada vista de cima”). E o crente morrendo na cara de todo mundo sem que nem o que morre nem o que tá matando se aperceba da frieza que já toma conta de quase o corpo todo. [Em casos assim decidir por formar um Conselho entre os irmãos mais piedosos na Obra para que o trabalho siga bem, conforme nos orienta a Bíblia, nem pensar, né?]

(...)E edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo o animal limpo e de toda a ave limpa, e ofereceu holocausto sobre o altar. Gênesis 8:20.

[Volte, por favor, e releia o texto bíblico logo acima e então a gente segue, que é importante que você faça isso].

Eu sei que você não deve ter esquecido da imagem que ilustra essa mensagem, e tudo o que foi dito sobre o que a envolve. Pois é, agora vem comigo:

Na primeira parte do sonho do presta atenção que Jesus me deu, eu via pessoas que caminhavam na direção de entrar nalgum lugar, só que para entrar elas precisavam ter nas mãos – o que era como se representasse um ingresso, alguma coisa de ouro. E era eu que catava o ouro e as dava. Numa hora vejo uma senhora e uma garotinha às quais eu me vejo pegando no chão e dando a cada uma algo parecido como um anel ou aliança, sendo que uma das alianças estava ainda no estojo, então elas seguem. Só que observo que o ouro que eu também precisava ter não havia em minhas mãos. Inicialmente estranho aquilo, mas ao olhar para o que parecia meu carro, vejo por baixo dele, na região da mala, um aro, um pouco maior que uma pulseira, também de ouro presa na ferragem. Ao tocá-la percebo que ela se desarma – parecia vários aros conectados um no outro, mas que não se desprendiam entre si e nem do carro e se transformam n’algo tipo uma “sanfona, ou uma mola” de aos de pulseiras. Então tento reorganizá-las para que voltasse ao normal, tipo apenas uma pulseira só, mas noto que elas melhoram porém ainda vejo parte delas pendurada. Então o sonho muda de fase. Mas antes vou já te falar o que esse enigma quer dizer. Te pedindo porém que antes busque ali um espelho e o posicione bem na direção do teu rosto. Sobretudo você do oba-oba dos altares, mas vale pra todo mundo que ainda não notou que no quintal da casa da frente há outra casa cuja porta está escancarada e as paredes por rebocar.

Com temor e tremor:

Eu represento o do altar, a quem é dado, salvando a devida proporção, cuidar do ingresso do povo na Glória – por isso o ouro de minhas mãos para àquelas pessoas e do ouro elas dependiam para acessarem aquele ambiente à frente. O ouro é a mensagem pregada, a interpretação dos sonhos, os aconselhamentos, que purifica o crente, torna o crente brilhante, refinado (Zacarias 13;8,9), por isso era ouro. A mulher e a menina representam, uma a Igreja madura e a outra a Igreja imatura, às quais o meu trabalho tem alcançado (tipo esse texto, conforme ele esteja falando ao seu coração), tipo o livro que recém publiquei, por ordem do Próprio Jesus, cuja distribuição é gratuita, sob título “Crônicas dum carteiro de Deus”. Mas tá garantido um presente se você prestou atenção que era NO CHÃO que estavam as alianças que eu dava à mulher e à garotinha. E dois presentes te darei se você entendeu que o que Jesus quer mostrar com aquilo é que, se estavam no chão as alianças, como ninguém joga ouro fora, certamente alguém perdeu. E como ninguém perde nada de propósito, muito menos algo de ouro, o que o Espírito de Deus está dizendo é que quem tinha as alianças não teve o devido cuidado com as mesmas, por isso estavam no chão! Dizer o que isso representa não será necessário, creio! E creio que também não passou ao largo de você o fato de a aliança que estava ainda no estojo e no chão representar os que vem se convertendo e tão cedo da conversão abandonando a aliança que tem feito com Ele (o que é explicado na parábola do Semeador de Mateus 13:3-9). A pulseira de ouro embaixo (da mala) do meu carro, que quase despenca no chão – mas graças a Deus não despencou, e se transforma “naquela sanfona”, tipo uma mola, é a minha aliança com Ele, que não está no lugar devido e anda desorganizada. Com temor: porém não se trata duma aliança pequena, por isso o tamanho do aro. A aliança por baixo do carro na direção da mala, que diz de como Ele está vendo eu fazer com a aliança que fiz com Ele e Ele comigo, por isso o tamanho, indica a razão de ela ali ser [diz do desmazelo com o aliançado] pelos ainda mais de três mil exemplares do livros que cito acima, com as mensagens a mim passadas pelo Espírito d’Ele para o povo tendo Ele me requerido urgência, porém ainda aqui comigo, que já deveria ter sido distribuídos por mim usando justamente o caro e que serão acondicionados justamente na mala, mas que, assumo, estou prevaricando na distribuição. Mas pera aí: e a Glória sobre mim, da imagem no dia do batismo? ‘Rombora’ pra pausa:

  • (...)E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; Lucas 12:47.

Entendeu ou quer que eu desenhe que não há lugar no Céu, não no Céu, para se castigar ninguém???

Agora que você já sabe que no Evangelho, o que está escrito tanto na minha quanto na sua Bíblia, apesar de alguns fazerem de conta que não sabem, que a quem muito é dado muito será cobrado, e para que você não despreze nem a mensagem que está lendo nesse texto e nem o livro se algum dos exemplares dele chegar à suas mãos, veja a fase seguinte do sonho da prevaricação e mais uma razão pela qual por um momento eu - apesar de o ouro de que dependiam àquelas pessoas saíram de minhas mãos, por um instante eu pensava que o ouro que eu também devia ter não estava lá. O que deveras me apavorou um tanto. E o que não aconteceu daquela forma por qualquer acaso mas como se fosse Jesus me – e te – dando um susto, dado à minha – e tua – prevaricação:

Na outra fase do sonho aparece diante de mim um computador, e uma mulher, que eu sabia que era uma professora, que me cobrava se eu havia feito o dever de casa. Onde eu, meio sem jeito, balanço a cabeça negativamente mas me encaminho para a máquina para, acredito, juntamente com a mulher, tentar arrumar as coisas. Na situação, em que, no mesmo ambiente, aparece também a figura de um homem e dum garoto, eu sabia que eu era uma autoridade sobre eles mas que estava em debito para com aquela mulher. E ponto.

Com temor e tremor:

O computador é a ferramenta (o púlpito – como o altar que você para suas pregações) por onde eu prego a Palavra (passo o ouro à quem o recebe) e o qual faz muito tempo, mais de 60 dias que não uso para escrever o que tenho recebido, quando a média razoável assumida com Ele são 10 dias de um texto para o outro.

A autoridade que percebo que sou é pela unção. O que não me deixa à vontade por saber que estava em debito para com a professora e o que indica que no Juízo a cobrança será sobre grandes e pequenos mas que nos chama atenção que sobre os que tem autoridade a cobrança será muito mais. Agora, sendo àquela mulher e aquela garotinha, uma figura da Igreja madura e a menina uma figura da Igreja imatura, adivinha aí o que representam o homem e o garoto na cena? Sério que sacou que se referem, o homem ao altar adulto e o menino ao altar infantil – o altar sem estatura espiritual suficiente? Muito bom. Então você percebeu também que os de nós que não tivermos feito direitinho a lição seremos TODOS cobrados pela própria Igreja no grande dia?! Garoto/a esperto/a... Porém esperto/a mesmo será se buscarmos aproveitar enquanto ainda é a 'professora', ou seja, a ala da Igreja que se posiciona, que está cobrando!!!

Como você já percebeu, a professora é uma figura da Igreja, que certamente julgará – por isso eu ficava envergonhado – àqueles que não fizeram o que deveriam ter feito, e em caso do sujeito ter perdido o ano por não ter feito o dever, não é bom nem pensar em se tratando de Salvação, já que há não poucas advertências quanto à isto Escrituras a dentro. Mas, como dito, a presença da professora me cobrando o dever indica mesmo Jesus ainda dando oportunidade de correção. Isso para os filhos, não para os bastardos. Como dizia minha avó não para os “má-luvidos”.

Uma pausa, que você deve receber como complemento da interpretação desse sonho, em dois atos:

(...)E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel. Mateus 19:28.

(...)Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho.

Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija?

Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos
. Hebreus 12:6-8.

Com o desabafo de que, parafraseando certo cantor, só eu sei a delícia e a dor de ser o que sou, sobre ter sido tomado para mensageiro de Deus à alguns, no que se refere à honra sem medida mas sob o desprezo de não poucos por causa da “tontice” quando não da soberba, mas seguro seguirei pois bem sei de Quem tenho recebido as ordens, é diante de Deus que declaro que não sou um crente que faz da vida de pecados profissão. E a pergunta que não quer calar é que, sabendo Jesus dessa minha condição, e sendo Ele na minha vida como é flagrante para os da minha volta, por qual razão Ele me tomou para exemplo de muitos dos altares? Mas não se engane que Ele esteja se dirigindo somente aos ungidos diretamente por Ele, à quem Ele tem separado, mas a 'chamada' aponta também na direção daqueles que Ele tem visto se colocarem e sendo colocados sobre o Seu povo porém prevaricado, quando não esmiuçado os seus ossos (Miquéias 3), sob pretexto de cuidado com Sua Igreja. Reflita sobre tal exortação! Que isto vem do Céu, quer você receba quer não!!!

Aliás, agora sim, desde que o mundo é mundo é de conhecimento do crente, pelo menos do crente leitor de Bíblia - o que deveria ser prece para os que trabalham sobre os altares, que o altar é lugar de SACRIFÍCIO, de MORTE. Lembra que te pedi que relesse (...)E edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo o animal limpo e de toda a ave limpa, e ofereceu holocausto sobre o altar, de Gênesis 8:20? Pois sim, sobre o altar Jesus diz sacrifício – e na questão em voga diz de sofrimento pelo cumprimento do dever, com a morte da natureza e não fazer-se dele plataforma de desfile de vaidades, de exposição de retórica e de conhecimento bíblico, ou palanque para contendas ou ainda para compêndios familiares. Porém melhor do que as minhas, sobre esse negócio de padecer pela Igreja, as palavras do apóstolo Paulo explicam melhor que as minhas:

(...)São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte, muitas vezes.

Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um.

Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo;

Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos;

Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez.

Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas. 2 Coríntios 11:23-28.

(...)Porque, sendo vós sensatos, de boa mente tolerais os insensatos. 2 Coríntios 11:19.

Valendo o registro de que não se vê acima, ainda que no tempo dos apóstolos houvesse "o atacadão" deles, o escrito não é de gordas compras para uma despensa também graúda para a casa - que nem casa ele tinha por ter abdicado de tê-la, do ministro de Deus que mais trabalhou para avanço do Evangelho, mas a falta do mais elementar para sua sobrevivência, a leitura, digo a meditação, de todo o capítulo 11 de ll aos Coríntios é uma pedida que não se deve dispensar. Não digo porém aos bastados, pois falo aos filhos. Posto os filhos terem consciência da responsabilidade dos Altares e suas contas à prestarem. E falando em altar eu não posso prevaricar suprimindo que ao final duma pregação que Cristo fez pela minha boca em determinada congregação, sobre a falta de perdão e o estado espiritual – em tempo, conforme Ele mostrou à uma irmã chamando alguns desses de robôs, o que quer dizer dos que tem se limitado à programação humana que lhes tem sido imposta, logo, como são limitados os robôs, limitando também o que é servido às Ovelhas (não à toa noite passada estiverem comigo duas senhoras, irmãs na fé, que NÃO SABIAM que a Igreja de Jesus Cristo é representada nas Escrituras por uma figura feminina, mesmo com as dicas que, espantado, para não dizer revoltado, lhes dava) - de não poucos dos que estão sobre os altares, onde ao final, durante a oração, pedi ao povo que orasse à Deus pedindo que Ele confirmasse à suas almas se vinha mesmo d’Ele as palavras pregadas àquela noite. E ao amanhecer minha nora, Deisiane Gracindo que estava no culto, me envia um áudio com o seguinte sonho. E sonho que fala com a Igreja toda desde a portaria ao altar. Esteja atento/a.

Disse ela:

Sonhei que eu estava lá em cima no espaço, numa fila com muita gente, onde lá na frente, numa sala brilhava uma luz muito forte, e sabia que a fila era sobre a Salvação. Mas eu sabia que não podíamos ver o rosto de Jesus ainda. Mas ninguém estava entrando ainda não. Daí um homem passou na minha frente e entrou na sala e na mesma hora tudo escureceu e o homem derreteu, se desintegrou, e todo mundo ficou assustado porque pensávamos que se ele estava na fila não poderia ter acontecido aquilo com ele. Daí eu me assustei.

Se assustou também? Não? É sério que não? Então vem cá:

Nos sonhos, se não sabia fique sabendo, não há ninguém, nem os personagens nem os objetos que aparecem ali, e também não é de quem sonha os sentimentos e as sensações, tudo é o Espírito Santo que dá forma. Posto isto, e tendo em mente que o sonho foi em resposta à pregação daquele dia, que falou principalmente sobre darmos exemplo de discípulos d'Ele, como Ele nos diz que: (...) Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros (João 13:34,35), e não o contrário, como dá exemplo àqueles que não amam o povo e não somente de povo para povo mas sobretudo os que profanam o altar, que mostram com isso não amarem nem o próprio Salvador, me responde uma coisa:

Notou que a que sonhou é uma figura da Igreja? Notou? E é você também dos/as que entendem que está tudo bem com ela, com a Igreja? É? Então:

02- Por que terá sido, se tu crê que Deus fala também pelos sonhos, que no coração da que sonhou, mesmo sabendo que se tratava duma fila para a salvação, Jesus colocou que ninguém ali naquela fila ainda podia ver o seu rosto se nas Escrituras diz, conforme em l aos Coríntios 13, que assim como somos conhecidos O conheceremos, senão para dizer que a Igreja ainda não está pronta para ver a Sua face?

03 – Por que será que o Espírito apontou no coração da moça a surpresa por aquele homem ter sido fulminado justamente por todos entenderem que aquilo não poderia ter acontecido uma vez que o sujeito estava juntamente com todos na fila senão que para nos dizer que o que está escrito em Mateus 7, que não bastará O chamar, Senhor, Senhor para que entre na Glória, não está escrito ali de enfeite?

04 – E se Ele, nos sonhos em que quer falar da Sua Noiva, dá sempre uma figura feminina para representar a Igreja e uma masculina para indicar o Altar, por que motivo Ele teria feito o desenho dum homem furando a fila daquele jeito e entrando na Sala e sendo fulminado daquela forma senão para apontar a não poucos dos altares que se acham muito bem na fita a ponto de se sentirem superiores à quem está na nave, no salão - por isso o sujeito furou a fila passando na frente ‘duma mulher’ –, que muitos deles estão enganados, e com esse sonho chama os que pensam assim à uma profunda reflexão? E é bom refletir mesmo, que o que você está lendo vem mesmo da Sala do Trono!!!

Sei que você se lembra que te pedi pra guardar ai num canto do teu coração sobre o que disse Deus às Estrelas e ao Mar, ao Sol e aos Rios, que muito tem a ver com Sua criação humana. Mas tem ainda a Lua, as Nuvens e a Chuva (aliás sobre a Chuva já se perguntou por que razão as aguas acondicionadas nas nuvens quando carregadas, toneladas e toneladas, não arrebentam embaixo e ao invés disso só descem em gotas, se elas, as nuvens, não são sólidas mas puro vapor?), tem também a Vegetação e todas as maravilhas que as envolvem, tem os Planetas e ainda a infinidade da criação Celestial, que eu queria te relembrar, se você já sabia e se por ventura se esqueceu, que ao serem criadas ouviram do Criador qual era a função de cada um e TODOS cumprem à risca a ordem que receberam. E olhe que não há ninguém miúdo não: é tudo gente grande, essa turma da relação aí acima. Agora a pergunta que eu preciso que você se faça, se isso te couber, é o que cargas d’água será que passa na cabeça dum sujeitinho que nem com uma gripe aguenta, que não obedece o chamado de Vem à Mim, que Jesus vem lhe fazendo e o cabra não se rende. Ou diz ao que se entende garantido só por que “está na fila”: Me obedece, e o/a kabroeira insiste em desobedecê-Lo??? Sobre a questão obediência inclusive eu andei lendo nos escritos sagrados que a turma resolveu “largar de canto” e que supostamente não são inspirados, os [alguns] chamados 'escritos apócrifos', mas sobre os quais estou seguro de que neles há muitas respostas, já que foi O PRÓPRIO Jesus que me visitou e me disse isso, que tal e qual acontece na administração duma empresa, onde há chefes para cada setor, o Espírito de cada Anjo rege um corpo celestial, como a Lua obedece ao comando dum Anjo, o Sol obedece ao comando de outro, a Chuva ao comando do Espírito doutro Anjo e assim sucessivamente. Já o Homem insiste em desobedecer ao comando do Próprio Espírito de Deus, ou Espírito Santo, como queira, que tanto tem lhe dito 'Vem, e ele não vem; Faz, e ele não faz! Caiu a ficha? Pode sentar ai num canto e chorar, que né feio não!

Então, recado dado, vou arrematar te recordando que O Pai nos oferece duas alternativas de escolha e a opção errada não será sem consequência, segundo as Escrituras. Conforme você leu acima, em Deuteronômio 30; 19, Ele nos propõe a benção e a maldição, a vida e a morte, e nos manda que escolhamos a vida. E aqui, desde para os que ainda O vem ignorando, aos dos altares que couber, com a licença de Cristo eu vou dar uma esticada nas ‘alternativas’, sendo a primeira uma promessa; a segunda, que se refere àquele/a que dispensa as coisas espirituais em troca das carnais, uma sentença; e a terceira uma advertência, para que você, se anda procurando tua aliança sem achá-la, não tenha do que se queixar sobre falta de aviso quando estiver diante d’Ele naquele grande Dia:

01 - (...)Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Romanos 8:18.

02 - (...)A soberba do teu coração te enganou, como o que habita nas fendas das rochas, na sua alta morada, que diz no seu coração: Quem me derrubará em terra?

Se te elevares como águia, e puseres o teu ninho entre as estrelas, dali te derrubarei, diz o Senhor.
Obadias 1:3,4.

03 - (...)E sairão, e verão os cadáveres dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e serão um horror a toda a carne. Isaías 66:24.

Ah, quase que eu me esqueço: aos dos altares que sabem e aos que ainda não se deram conta das contas à prestarem, Ezequiel 34, como excelente dever de casa!!!

Jesus é bom

Shalom.

Antônio Franco Nogueira - à serviço do Reino eterno

Aqui mais textos do autor

'(...)A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte'.  Ezequiel 33:7. À Ele toda Honra, toda Glória e todo Louvor! (Imagem completa - Fotos: Franco Filho e Adriana Dias)
'(...)A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte'. Ezequiel 33:7. À Ele toda Honra, toda Glória e todo Louvor! (Imagem completa - Fotos: Franco Filho e Adriana Dias)

Antônio Franco Nogueira - Foito: Mônica Franco
Antônio Franco Nogueira - Foito: Mônica Franco

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br