Galeria de fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados.  Isaías 58:1
Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados. Isaías 58:1

Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? 1 Pedro 4:17.

Com menos de uma semana de convertido à Jesus Cristo, o que aconteceu em 11 de abril de 2015, e Ele já tendo iniciado comigo o mistério dos sonhos e visões, e tendo encontrado a minha igreja fechada em determinado dia que buscávamos um culto, resolvi que iríamos para a Assembleia de Deus no Jardim Limoeiro, que fica um pouco distante de nossa casa, já que eu estava na cadeira-de-rodas, mas fomos. Parecia que eu sabia que algo de sobrenatural iria acontecer lá.

Uma vez na igreja me posicionei logo na entrada do templo, nas primeiras fileiras de cadeiras, e bem distante do púlpito. O culto já havia começado e uma irmã, que é citada no texto imediatamente anterior a esse, “Um cemitério na Igreja”, a quem Jesus deu os três sonhos nele revelados, sobre a quantas andam muitos do que cuidam das Suas almas, e ainda as próprias almas, Adriana Teixeira Araújo, de 35 anos de idade e 12 de Evangelho, dirigia a reunião.

Eu além de ter os olhos bem pequenos e usar óculos, o que a impediria de ver para onde eu olhava, por conta da distância e dos reflexos das lâmpadas, não abri minha boca para dizer uma só palavra. Mas esse era o meu pensamento: será que vão me dar o microfone pra mim dizer alguma coisa? E na verdade era o que eu queria mas ao mesmo tempo temeroso dado meu verdume no meio. E apesar de não ter dito nada sobre isso minha esposa sabia da minha vontade. E de repente a irmã que dirigia o culto deu meio que uma carreira de lá do pé do púlpito até onde estávamos e tocando na perna da dela, perguntou:

“Quem é esse senhor a seu lado?”

“É meu esposo”, respondeu ela, surpresa. Então a irmã disparou:

“Deus manda dizer que o microfone está à disposição dele!!!”.

Ali, hora em que nada sabia mas logo adiante daqueles dias descobriria que Deus a tudo vê e de tudo sabe, eu não sabia se acudia minha esposa, que entrou num choro convulsivo assustador; se olhava para a irmã Adriana, que voltava para o púlpito correndo e dando saltos de regozijo pela confirmação do que ela ouvira de Deus sobre o que estava no meu coração; ou se refletia sobre o evento sobrenatural que acabara de presenciar e que nos envolveu diretamente, tendo na mente sobretudo o nada que eu me via no meio de todo aquele povo e ainda assim estar experimentando tão sobrenatural acontecimento.

(...)"Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras". Jeremias 17:10.

Liguei minha cadeira e me dirigi ao pé do púlpito. Com o microfone na boca – e não veio de outro lugar além de da Sala do Trono, do coração de Deus, cada palavra de exortação que dirigi naquele momento à igreja, não me fiz de rogado ainda que nem imaginasse que eu apenas estava sendo usado por Deus para falar com o Seu povo. Menos de uma semana no meio cristão e saiu aquilo tudo, no sentido de o povo se posicionar com seriedade, devoção e respeito ao Salvador já que decidiram fazer parte do povo d’Ele. O homem, que fazia minutos tinha dúvidas sobre se falaria ou não ao microfone, agora chamava atenção da igreja para a importância e para o perigo de não tratarmos o Evangelho com a seriedade, reverencia e temor que nos é devido.

(...)O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; todos os que cumprem os seus preceitos revelam bom senso. Ele será louvado para sempre!
Salmos 111:10.

Agora, considerado os poucos dias de experiência no meio, como eu disse, menos de uma semana, a pergunta é: como eu sabia - o que hoje já sei e o que muito me tem feito sofrer e a Ele principalmente, conforme Ele próprio tem me dito em não poucas visitações, que o povo tem estado deveras disperso da envergadura que foi o sacrifício que Ele fez naquela cruz, para que não experimentemos a Sua ira pelos nossos pecados, e que sem a menor consciência do perigo a que se está exposto, quase nada, quando absolutamente nada se tem feito para melhorar seu crescimento espiritual, daquela forma? Pois é, eu não sabia. Até ali eu nada sabia. Mas Ele sempre soube e usou um ninguém na obra para mostrar que Ele a tudo vê e que age a partir do nada, sempre, para que a Ele pertença toda honra e toda gloria. Por que não há nenhuma alma nessa terra que seja alguma coisa sem a manifestação d’Ele. Ele que nada tem com os letrados soberbos; com os carnais, só pra lembrar.

(...)A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz; a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à lei de Deus, nem pode fazê-lo.

Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus.

Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. Romanos 8:6-9.

Depois um bom tempo adiante desse dia a irmã Adriana, entre outras experiência que ela deve ter tido que eu não tomei conhecimento, foi visitada por três vezes seguidas, num espaço de uns 6 meses, onde Jesus lhe comissiona um dever, que pela revelação dos sonhos, que é de fazer perder o sono, onde Ele aponta que não está NADA satisfeito com o que tem visto acontecer no meio do Seu povo aqui embaixo. Mas se te interessar saber dos detalhes e dos sonhos, acesse o texto “Um cemitério na igreja”, para não alongar muito esse aqui.

Dando um salto cá para a frente - porem pedindo que guarde aí num cantinho do seu coração o que Jesus me levou a experimentar naquela igreja comigo ainda engatinhando na Seara, como te contei - agora passado a estrada dos três anos ‘na Presença’, já que a conversa é reverência, devoção, e logo também obediência, preciso te chamar atenção, principalmente ao que vive “chutando o balde” e achando que vai ficar por isso mesmo, para o que se sucedeu comigo esses dias, que me deixa muito a vontade para te advertir para o quão grave é desobedecer e prevaricar conta o Pai:

Eu, conforme orienta as Escrituras (Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas, Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor. Jeremias 9:23,24), não deixo de buscar conhecer a Deus diuturnamente. E vendo meu coração, Ele, por misericórdia, muito me tem dado e dito. Sobre as horas para Ele, minha esposa já se acostumou com o tempo que invisto em conhecê-Lo. Contudo, como eu sou humano, tenho cá minhas falhas. E Ele, claro, sabe disso. E de certo que permitiu o que se deu justo por saber que tudo te seria trazido aqui para que, advertido/a você atente no endosso do apóstolo Paulo às minhas palavras (Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia. 1 Coríntios 10:12).

Posto isto, uma das minhas obrigações dentro do Evangelho é te escrever sobre o que Jesus quer que você, de toda maneira você que não é muito chegado a ler Bíblia, ( sobre os analfabetos conclamo a você que é 'letrado/a', que tire um tempo para ler não somente o disposto nesse texto mas de toda forma as Escrituras); que não gosta de orar, passe então a refletir acerca de tudo quanto está sendo aqui colocado, que o caso é sério e envolve a salvação da sua alma, ou quando no mínimo o eu galardão, e assim se posicione diferente.

Bem, há algum tempo determinei em meu coração não demorar muito para escrever sobre o que Deus tem me dado e que em muito diz respeito ao povo d’Ele - coisa de média de uma semana de um para outro texto, a depender do que Ele fosse me dado e mensagem é o que não tem faltado (engana-se quem pensa que não há deveres para o crente dentro do Evangelho e esse é outro perigo – ver Mateus 25; 14 a 30), ocorre que com a labuta diária, e vindo deixando o tempo passar sem cumprir com minha obrigação, eis que percebi em mim uma certa frieza para com Jesus mas não sem antes perceber que Ele havia “se calado” para comigo - sobre isto, se mexeu contigo aí, qualquer semelhança não será mera coincidência. Parece que eu havia esquecido de duas advertências que Ele já havia me dado quando eu, bem mais atrás, parei de escrever, e Ele me exortou:

No primeiro sonho eu me via no balcão duma biblioteca, onde eu trabalhava, sendo demitido. Na hora de assinar a rescisão eu pergunto ao meu intimo sobre se meu salário estava entre aquelas notas de 50 e de 10 reais que estavam sobre o balcão; hora que o Espírito me diz que as notas de 50 se referia a meu salário e as de 10 era referente ao MEU TEMPO DE SERVIÇO.

Sobre biblioteca ser um celeiro de literatura (os textos) não precisa eu te dizer; mas as notas de cinquenta significarem o meu salário garantido (salvação, se eu morresse ali) é preciso que saiba.

Mais o de fazer você 'esquentar a moringa' está no fato de que mesmo sendo eu um sujeito que vive pregando a Palavra e buscando a Ele da hora que acorda à hora que dorme, se eu ou você prevaricarmos e formos flagrados (morrermos, ou ter Ele de volta em sua segunda vinda) na prevaricação, dê glorias a Ele se você receber ao menos umas notas de 10 (galardão mínimo) pelos serviços prestados. Mas, em tendo ocorrido comigo como ocorreu, avaliemos o que não será com o crente que vive uma vida vã!!! É um Reino! E não há espaço para parasitas nos reinos. O rei não os permite. Assim, não obedecer às ordens do Rei é o mesmo que, transgredindo contra Ele, assinar a própria sentença de morte. Medite nisto.

Uma pausa básica:

(...)Tu, pois, filho do homem, dize aos filhos do teu povo: A justiça do justo não o livrará no dia da sua transgressão; e, quanto à impiedade do ímpio, não cairá por ela, no dia em que se converter da sua impiedade; nem o justo poderá viver pela sua justiça no dia em que pecar. Ezequiel 33:12.

Pois eu mesmo tendo recebido a advertência de que ‘seria demitido’ do trabalho (escrever sobre o que tenho recebido para avanço do Evangelho do Seu filho, no que me couber fazer), continuei uns dias sem escrever. E agora Ele me dá uma visão onde minha mão direita (eu só escrevo com a mão direita dado à tetraplegia) é decepada e voa longe, cortada como que por um facão, ou espada, bem em cima do pulso. Ao despertar da visão recebi que se tratava de Ele “me inutilizar” - o que nada tem a ver com minha mão ser literalmente cortada, mas algo do tipo uma impossibilidade de eu conseguir chegar no computador. E assim foi, Ele me deu uma pequena amostra: me nasceu um caroço que por uns 15 dias me impediu de sentar e então chegar ao PC. Assim, nem pude fazer o meu trabalho secular nem o espiritual. O que me fez me sentir realmente um inútil.

Mesmo tendo percebido do que se tratava, ainda mais com o médico dizendo não ser nada grave, e ainda que eu mesmo prometendo voltar a escrever os textos quando melhorasse, mas continuei sem cumprir, eis que me vi com o site fora do ar, e numa situação que nem os técnicos conseguiram entender o que estava acontecendo, por mais de uma semana quando se tratava simplesmente do processo de migração de provedor, conforme a nota que publiquei. Foi quando orei pedindo misericórdia e renovando minha promessa de voltar a escrever, e assim como saiu do ar o portal retornou. E por isso aqui estou, com o site em funcionamento e sentado ao computador.

Quando eu me vi diante daquele microfone, perante aquele monte de gente e sem a menor experiência ou conhecimento, e me vi dizendo o que eu disse, e recordando que foi o PRÓPRIO Jesus que disse àquela irmã que o microfone deveria ser posto “À MINHA DISPOSIÇÃO”, e agora vivendo o que vivi por não ter cumprido Suas ordens na direção de te advertir para seu dever enquanto cristão e servo, cada vez mais descubro que não nos governamos se fazemos parte da Promessa, ainda que nos distraiamos sobremaneira. E de fato, apesar de Ele ter me dado a graça de receber d’Ele o significado dos enigmas que Ele tem dado ao Seu povo, eu ainda não havia percebido que O MICROFONE não estava a minha disposição somente para aquele momento, mas para todo tempo até que “eu vá” ou Ele venha. Isso Ele me revelou essa madrugada. Aleluia!!!

Então, se você não estiver distraído/a já deve ter percebido que, da mesma forma que Ele me tomou naquele culto para alertar ao Seu povo sobre a urgência de todos tomarmos posição, Ele me cobrou que voltasse AO MICROFONE, nesse contexto que atende por Camaçari Fatos e Fotos, não deixe de observar isso, para a todo ''pulmão'' te alertar sobre a aproximação do mal, que avança chancelado pelas nossas próprias transgressões.

(...)Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados. Isaías 58:1.

(...)Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que razão morrereis, ó casa de Israel? Ezequiel 33:11.

Eu havia lhe dito sobre Deus não ver com bons olhos o crente que Lhe promete seja o que for e não busca cumprir. Eu não sei até onde você acredita que o que se deu comigo, e pode acontecer contigo, vem de fato d’Ele. Mas se você assim pensa e é daqueles que se valem de Efésios 2; 8 (Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus) e não avança para um lado e para o outro Bíblia afora e a dentro, para ver que a Graça a que Ele se refere tem muito mais rigor a ser cumprido do que a Lei - tempo que muitos gostam de pregar, e outros de se apegarem, dá uma refletida, com toda atenção, na passagem logo aí à baixo:

(...)Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o.

Melhor é que não votes do que votares e não cumprires.

Não consintas que a tua boca faça pecar a tua carne, nem digas diante do anjo que foi erro; por que razão se iraria Deus contra a tua voz, e destruiria a obra das tuas mãos? Eclesiastes 5:4-6.

Eu tenho vivido experiências com o Senhor, que se eu te dissesse aqui você certamente me chamaria de tudo menos de santo. Talvez mentiroso fosse uma cordialidade, se numa comparação com os demais adjetivos que a mim sua pessoa empregaria. E é justamente por isso que me atiro dessa forma por você. Antes por que não há palavra que me ofenda se estou em Cristo, e depois por que é meu dever ao menos tentar evitar que sua alma se perca. Digo dos que não estão verdadeiramente em Cristo e não tem vindo se enganando ou se deixando enganar. Não a toa as palavras de Paulo:

(...)Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. Romanos 8:9.

Ou ainda as do próprio Jesus, quanto ao medo da pessoa errada que muitos tem sem se dar conta do perigo que corre:

(...)O que vos digo em trevas dizei-o em luz; e o que escutais ao ouvido pregai-o sobre os telhados.

E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo. Mateus 10:27,28.

Mas ainda para quem tem se entendido como especial e por isso se assoberbado e desapercebido do perigo disso, te fazendo saber que das maravilhas que vivi com Ele e que disse aí acima que já experimentei, uma foi ver O CÉU ABERTO, e outra foi ouvir Ele me dizer a palavra ESCOLHIDO. Então, tendo dito tudo o que você já sabe, quer creia ou não, principalmente a você da turma dos “melhorzinhos” que costuma olhar os irmãos “da geral” de cima pra baixo, concluo com o que - apesar de tudo o que Ele me trouxe a viver de sobrenatural, Jesus me disse em sonho depois que eu, tendo dito que não faria determinada coisa mas fiz e que faria determinada outra coisa mas não fiz, depois de orar pedindo que tivesse misericórdia de mim por minha desobediência e prevaricação:

Sonho que estou na cadeira de rodas na varanda da minha casa, onde alguém a estava lavando. Havia agua de sabão da limpeza que estava sendo feita por todo o piso. Então eu, dizendo que eu estava NA MINHA CASA e por isso eu “passeava mesmo” - o que meio que desmanchava o trabalho que estava sendo feito, circulando com a cadeira em volta da casa, quando percebo a cadeira dar uma pequena derrapada indo em direção ao limite do piso, me levando a quase despencar na terra.

E ponto.

A revelação;

- “Só por que tu É DA CASA, tu tá bagunçando... tu cai....!!!

Sabe o que Jesus me disse, e diz a você, sobre pecar e pedir perdão, pecar e pedir perdão? Ele diz que mesmo nós sendo crente n’Ele (por isso o Da Casa), podemos cair da Presença. É isso que diz a revelação!

(...)Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. Apocalipse 1:3.

Eu não li, eu escrevi. Mas não despreze o que tenho te dado conhecimento por esse “microfone” que Ele tem deixado à minha disposição em seu favor. A passagem aí logo acima reporta sobre o tempo em que o povo comum não tinha acesso às Escrituras. Assim um sacerdote, que as detinham, lia para o povo que se aglutinava, vindo de longe, as vezes de dias de viagem, para OUVIR a Palavra.

Por isso a bem aventurança para quem lia. Mas observe a bem aventurança também para os que OUVIAM E GUARDAVAM (o guardar aqui não era ouvir e ficar pra si, mas ouvir, praticar os ensinamentos e ensinar se te foi comissionado). Que é duro ver um diácono não saber que, conforme a Bíblia (em outro texto trarei novidade a mim revelada por Ele próprio sobre determinados escritos), foram duas as cartas que Paulo escreveu à igreja de Coríntios, assim como não poucos crentes igrejeiros de dentes nascidos no Evangelho não tem sequer uma noção de quantos milênios contam de Jesus para cá, ou mais constrangedor ainda, não saber quem foi o pai do rei Salomão ou se atrapalhar sobremaneira para encontrar quando são chamados a abrir esse ou aquele livro na Bíblia, como não poucas vezes tem acontecido diante de mim.

(...)E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; Lucas 12:47.

Outro ponto, pegando o gancho, que espero que você que já tem costume de me ler já tenha percebido, são as citações bíblicas que ainda que encaixadas no texto a dentro, tem como propósito, se trata-se você duma pessoa que ainda que tenha várias versões à sua disposição, ou que tenha apenas uma Bíblia, tem desperdiçado esse livro tão poderoso em suas mãos - quando os nossos irmãos do passado sofriam horrores para viajar até quem pudesse lê-las para eles, te ‘forçar’ tal leitura quando abri-la para conferir as citações desde que busque o contesto acima e à baixo. Além do fato das não poucas vidas que foram dizimadas para que hoje tivéssemos uma Bíblia todinha nossa, em casa.  E isto, já que além do dever de pregarmos de toda forma o Evangelho, é ordem d’Ele que jamais nos apartemos das Escrituras. O que nos vai ser cobrado. Conte com isto.

(...)Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. Josué 1; 8.

Esteja porem atento/a que “não se apartar da tua boca” é FALAR SOBRE O Evangelho à outras almas. Mas não sem ANTES meditar todo tempo nas Escrituras para que TENDO RECEBIDO do Espírito Santo, estarmos aptos para falar acerca d’Ele. E cuidado com o “prosperar” que isso nada tem a ver com casa, carro, marido, esposa, ou um emprego melhor, que o prosperar aqui refere-se à nossa caminhada a caminho ''de Casa''. Assim como o “bem sucedido” refere-se a sermos recebidos COM FESTA, e não com desgosto, pelo Pai.

Compreendido que somos bem aventurados, por falar e por ouvir sobre o que está no coração de Deus acerca do que está sendo feito conosco; sendo feito por nós; e sobre Seus pensamentos na direção de nós, seu povo – e você que nunca pisou numa igreja e está carregado/a de pecado pode também vir a ser contado entre o povo d’Ele, bastando que o confesse como seu Salvador, o caminho agora é buscá-Lo e buscá-Lo, seja você o que fala ou o que ouve, que está atrás ou diante “do microfone”. Que não há outra saída. E esteja ainda mais atento você, que tem se concentrado nas liturgias e festividades, quando não há muito o que comemorar se considerado a qualidade da vida espiritual e da fé do crente que se tem produzido, e atenção alguma tem dado ao despertar das almas para o conhecimento, arrependimento e para a santificação (quando a ordem a ti foi CUIDAR DAS OVELHAS), como se Deus fosse um tolo, a quem se engana com bananas e bolos. Que a espada vem.

E não me odeie, se cabe a você, que não te advirto de mim mesmo, porém faço contigo o que me foi mandado fazer; além de que, como a espada corta para os dois lados o que me cabe já fica comigo antes de de chegar seja a quem for. E sabe o que Ele me disse sobre advertir o tolo e o sábio? (eu ouvi Ele falar: Provérbios 9) para que eu exorte os sábios, que os que são sábios aceitam a exortação, já o tolo me odiaria. Confere aqui, em Provérbio 9; 7, 8.

(...)E saberá toda a carne que eu, o Senhor, tirei a minha espada da bainha; nunca mais voltará a ela.

Tu, porém, ó filho do homem, suspira; suspira aos olhos deles, com quebrantamento dos teus lombos e com amargura. Ezequiel 21:5,6.

(...)também eu baterei com as minhas mãos uma na outra, e farei descansar a minha indignação; eu, o Senhor, o disse. Ezequiel 21:17.

Assim, busquemos enquanto O podemos achar. Que dias virão em que não será encontrado. E justamente por causa da muita prevaricação, desobediência e vã celebração.

(...)E tornarei as vossas festas em luto, e todos os vossos cânticos em lamentações; e porei pano de saco sobre todos os lombos, e calva sobre toda cabeça; e farei que isso seja como luto por um filho único, e o seu fim como dia de amarguras.

Eis que vêm dias, diz o Senhor DEUS, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR.

E irão errantes de um mar até outro mar, e do norte até ao oriente; correrão por toda a parte, buscando a palavra do Senhor, mas não a acharão. Amós 8:9-11.

Então, mãos à obra!

Ademais, a quem couber, falar, com o exemplo de escassez com a manifestação desses dias dos caminhoneiros, que somente n’Ele há esperança e garantias, e que por mais que o Homem se ache muita coisa todos tivemos uma amostra, aliás uma PEQUENA amostra, do quanto somos fracos e dependentes não seria preciso, ou seria? Não vá me dizer que você ainda acha que pode alguma coisa, mesmo que sendo do tipo que nem pro lado olha quando dirige o ''seu possante'' tivesse se visto empurrando o próprio carro, pro posto, sem gasolina o posto e carro.

(...)Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá. Efésios 5:14.

Jesus é bom!

Shalom.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno

AQUI, mais textos do autor.

Antonio Franco Nogueira
Antonio Franco Nogueira

 

Enquete

Qual seu candidato para presidente 2018?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br