Galeria de fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

Passei dias e dias orando a Deus, e Ele, por misericórdia, me respondendo, mas eu vinha insistindo em confirmação e mais confirmação dado a seriedade do assunto, sobre se eu deveria dar alguma satisfação aos irmãos...
Passei dias e dias orando a Deus, e Ele, por misericórdia, me respondendo, mas eu vinha insistindo em confirmação e mais confirmação dado a seriedade do assunto, sobre se eu deveria dar alguma satisfação aos irmãos...

(...)E fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente, antes seja sarado.

Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;

Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem. Hebreus 12:13-15.

Passei dias e dias orando a Deus, com súplicas e lágrimas, e Ele, por misericórdia, me respondendo, mas eu vinha insistindo em confirmação e mais confirmação dado a seriedade do assunto, sobre se eu deveria dar alguma satisfação aos irmãos, e agora não somente aos que “me apedrejaram” ao pé da publicação da matéria “Bandidos são presos após tocar terror em acampamento evangélico em Camaçari”, no Facebook, publicada no último dia 13 também aqui no site principal, mas à toda a Igreja de Jesus Cristo que tomou conhecimento, sobre a foto do pastor Edvaldo Filho, posando como se estivesse plantando alfaces dentro duma horta, que ele havia postado também no Facebook, na sexta-feira que antecedeu a invasão por criminosos ao acampamento dos irmãos da Assembléia de Deus de Barra de Jacuípe, em Barra de Pojuca, que eu havia autorizado ao jornal a publicação, ilustrando a imagem do pastor.

Antes de seguir é preciso registrar que ao tomar conhecimento do tipo de comentário que estava sendo postado ao pé do texto por irmãos em Cristo, depois da tristeza que me invadiu, justo por que tais gestos me confirmaram uma visão que Deus me deu sobre o estado espiritual que vive a Sua Igreja, a atitude que eu tive, tendo Jesus por testemunha, foi orar para que Deus tenha misericórdia do Seu povo, nos tire as vendas dos olhos, e nos dê mais discernimento e compaixão uns para com os outros quando estivermos diante dalgum suposto erro dum ou doutro membro do Corpo. Ademais, a sugestão é Mateus 7; 1 a 5.

O pastor Edvaldo Filho tem meu respeito mas nem ele nem outro embaixador qualquer do Evangelho de Cristo, em qualquer canto do mundo, seja em que nível seja, jamais estará acima de Quem manda as mensagens diretamente do 3º Céu para Seu povo na terra. E, ainda que até hoje não tenha compreendido a razão do porquê eu, sei bem que tenho recebido não poucas visitações para que sejam entregues a não pouca gente, na maioria delas 'aos grandes', mesmo Jesus vendo que não me tem sido fácil cumprir Suas ordens tamanho a rejeição.

Mas a foto da questão e, de novo digo isso tendo Jesus como minha testemunha – não atoa, conforme Ele diz que sonda cada canto do nosso coração, uma de minhas passagens prediletas das Escrituras é Jeremias 23; 24 (Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? diz o Senhor. Porventura não encho eu os céus e a terra? diz o Senhor), jamais teve como proposito denegrir a imagem do pastor Edvaldo, mas teve como objetivo algo, do Céu, que, insisto, o pastor pode explicar melhor do que eu - e aqui conclamo aos irmãos que, naturalmente por não terem tido o discernimento do que estava acontecendo, o que é compreensível dado o que o próprio Jesus veio a mim e falou, conforme já dito acima, escreveram as palavras que escreveram na minha direção, e que não queiram consultar o próprio Espirito Santo, que converse sobre o assunto com o pastor Edvaldo, que, se ele quiser falar, todos entenderão o porquê de tudo. Quando decerto que àqueles que tiverem compromisso com a justiça, que foram raivosos para com a minha pessoa, pedirão perdão à Deus.

Mas para concluir com um elemento que para o que crê será irrefutável que Jesus ainda fala na terra, justo por que o Pai me advertiu que, com a resposta publicada, enquanto haverá muitos que refletirão também haverá 'outras reações' – o que será muito natural, não atoa Mateus 25; 1 a 13, contudo ao final, mais a frente, o que de fato tiver dentro de si o Espirito Santo louvará a Ele pela minha vida, deixarei duas fazes das inúmeras visitações que o Espirito do Deus vivo me fez sobre essa questão. As demais, até nova ordem, estarão disponíveis apenas para o pastor Edvaldo, se a ele interessar saber.

- Vejo uma mulher deitada, sem blusa, sobre uma cama onde eu lhe dou uma massagem, que sei ser terapêutica, nas costas para aliviar uns incômodos que ela sentia. É quando aparece um homem, supostamente marido dela, de cara feia esbravejando o questionando por que eu estava massageando a mulher dele, sem que eu lhe dê a mínima atenção, continuando o meu serviço apesar da cara feia que ele fazia.

E noutra faze da visão (que, como eu disse, foram inúmeras dado o tanto de pedido de confirmação que eu fiz sobre se publicava o esclarecimento ou não e qual seria o resultado sobre a Igreja) me vejo recebendo e dando um abraço numa mulher vestida de branco, sendo que eu, mesmo com toda minha altura, de quase dois metros, encostava minha cabeça somente um pouco acima do seu peito e abaixo do seu queixo, onde ouço bem forte as batidas do seu coração, com ela me dizendo palavras de bênçãos, quando então, olhando para cima, para o seu rosto, e encantado com sua estatura, lhe peço para que repetisse aquelas palavras tão gostosas de ouvir. E ponto.

Revelado pelo Espírito Santo:

As duas mulheres são uma figura da Igreja. A primeira mulher sem a blusa naquela cama com aquele incomodo no corpo aponta que a Igreja está mal revestida, gemendo e quase enferma, estando carente de revestimento, alívio e tomada de posição – no sonho eu não lhe dou uma blusa por que Quem a revestirá é o Espírito Santo, isto quando nos reconhecermos de fato estando necessitados de mais d’Ele - enquanto há os que se entendem como seus donos. Que está no homem reclamando de mim “mexendo” na “sua mulher”. E eu não me apavorar com a chegada e muito menos com a cara feia do sujeito, diz de que não me intimide quando com qualquer missão que me for entregue a cumprir, tenha a cara – a importância - que tiver o destinatário. E a segunda mulher, é a Igreja agora revestida, de pé – na posição, crescida espiritualmente, revigorada – o que está nas batidas fortes do seu coração (bem diferente da que estava na cama), me abençoando (aceitando o abraço e me abraçando, fazendo diferente do que está sendo feito comigo hoje) por eu cumprir o meu chamado - chamado que tanto tem incomodado. Igreja que, naturalmente, é maior do que eu e do que você, por isso eu não era mais alto do que a mulher. Assim diz o Senhor!!!

(Aliás, falando em estatura – e preste bem atenção nisso - como que num paradoxo, uma irmã, moradora do outro lado do Brasil, no Rio Grande do Sul, me mandou um áudio me contando um sonho onde ela se via, ao final duma missão que cumpria, se sentindo muito feliz por estar encostada numa determinada pedra, muito bonita, bem larga porem um pouco mais baixa do que ela. Ela percebia que a pedra não passava dos seus ombros; que sua cabeça ficava para fora da pedra. Então, o que eu disse a ela, conforme me foi dado pelo Espírito Santo, e guardando comigo o meu tanto, eu digo aqui também a você: A pedra é o próprio Jesus, que diz na situação que para qualquer lado para onde formos, desde que estando encostados n’Ele, estaremos amparados – por isso a largura da pedra; Jesus que jamais nos permitiria que para nos encaixarmos na sua estatura crescermos para cima.

Pois que para chegarmos à sua dimensão a orientação é que DIMINUAMOS. Por isso ela notava que a cabeça estava para fora da pedra. Na situação do sonho dessa irmã o Salvador manda que nos humilhemos que assim estaremos COMPLETAMENTE guardados n’Ele. Agora por quê terá sido que, apesar de ela ter acabado de cumprir uma missão dada por Ele próprio Ele estava lhe mostrando que ela ainda precisava se humilhar mais “notando ela sua cabeça – e não um pé ou mão” como o membro do seu corpo que estava para fora da pedra, que não para nos dizer duma exposição à “guilhotina” que aguarda àqueles que não se sujeitarem à Sua majestade e soberana vontade, buscando nós mesmos nos “agacharmos - nos curvarmos” diante d’Ele???! RECEBE que é do Céu) 

(...)Por que razão contendes com ele, sendo que não responde acerca de todos os seus feitos?

Antes Deus fala uma e duas vezes; porém ninguém atenta para isso.

Em sonho ou em visão noturna, quando cai sono profundo sobre os homens, e adormecem na cama.

Então o revela ao ouvido dos homens, e lhes sela a sua instrução,

Para apartar o homem daquilo que faz, e esconder do homem a soberba.

Para desviar a sua alma da cova, e a sua vida de passar pela espada.
Jó 33:13-18.

Se com ele, pois, houver um mensageiro, um intérprete, um entre milhares, para declarar ao homem a sua retidão,

Então terá misericórdia dele, e lhe dirá: Livra-o, para que não desça à cova; já achei resgate.

Sua carne se reverdecerá mais do que era na mocidade, e tornará aos dias da sua juventude.

Deveras orará a Deus, o qual se agradará dele, e verá a sua face com júbilo, e restituirá ao homem a sua justiça. Jó 33:23-26.


Assim, antes pedindo que meditemos muito na passagem acima, conforme o Véu foi rasgado nos dando acesso livre ao Criador, solicitando que todos, eu disse todos, inclusive o pastor Edvaldo, a quem tenho tentado acessar, porém sem sucesso – conforme meu telefone com a sua esposa, dado por mim mesmo numa interação via Facebook (sem qualquer retorno até esse momento) dias antes do episódio com os criminosos enviados por satanás com a permissão de Deus, sobre o povo d‘Ele, conclamo que orem ao Senhor, pedindo confirmação do que Ele tem me dito que estou dizendo aqui, inclusive sobre que Ele mesmo me autorizou esta publicação – e por que Ele fez assim peço que ponham no “pacote” da oração, e os que receberem resposta saberão que NADA, no sentido pessoal da palavra, tenho contra o vosso pastor. Quando saberão também que inclusive oro sempre por ele, o que, aliás, me foi dado como tarefa já que ele é parte do Corpo.

E, nesse exato momento, recebendo do Espírito Santo por que razão Ele me autorizou a publicação desse esclarecimento, sabedor que É que eu jamais teria qualquer oportunidade de falar a Suas almas, tanto pelos corações endurecidos dos irmãos quanto pela rejeição da Eclésia daquele campo à minha pessoa, deixo aqui o que Jesus mesmo me deu como explicação, mandando que desse a todos, acerca do evento em Barra de Pojuca - por isso eu disse que tudo se deu com a permissão d'Ele: Isaías 29, isso aos que possam interessar, claro. E como dito, mais uma vez, conclamo a que orem a Ele perguntando também acerca de Isaías 29, que aqui lhes entrego, antes de me odiarem.

Isto posto, e aqui confirmando e insistindo da minha disposição para recebê-lo a lhe dizer o que Jesus tem me dito que cabe lhe entregar, mais uma vez sobre a foto embaixo da dita matéria, servo que é, o pastor explicará melhor a quem tiver o interesse de lhe procurar.

Jesus é bom!

Shalom.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno.

AQUI mais textos do autor.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno
Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno

 

Enquete

Qual seu candidato para presidente 2018?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br